Benefícios flexíveis aumentam nível de satisfação dos colaboradores

Divulgação
Raphael Machioni, cofundador e atual CEO da Vee

Administrar a cesta de benefícios dos funcionários é, até hoje, uma tarefa que ocupa grande parte do tempo do departamento de recursos humanos das empresas. Agradá-los é outro desafio. Muitas vezes, aquilo que é oferecido não atende às suas necessidades e ainda abastece um mercado paralelo. Pesquisas indicam que, do total de pessoas contempladas com benefícios, 35% acabam transformando-os em dinheiro, com uma perda de 20% do valor. Por outro lado, 85,7% das empresas que oferecem flexibilidade aos seus colaboradores relataram que eles estão satisfeitos com a iniciativa.

Na busca por alternativas para facilitar o dia a dia e aumentar o nível de satisfação de seus colaboradores, a agência de publicidade Mestiça se deparou com a Vee Digital, uma fintech que oferece uma proposta flexível de benefícios. A empresa – que em janeiro deste ano recebeu um aporte de US$ 1 milhão de Emmanuel Hermann, ex-sócio do BTG Pactual e fundador e CEO da Leste Global Investments – desenvolveu uma plataforma por meio da qual os colaboradores têm acesso a uma conta digital e podem usar o valor equivalente do benefício como dinheiro e, assim, escolher aquilo que melhor atende às suas necessidades.

“A primeira ideia era criar uma solução de order ahead, o conceito de fazer o pedido nos restaurantes antecipadamente, muito adotado nos Estados Unidos, que usasse o vale-refeição recebido pelos colaboradores”, conta Raphael Machioni, cofundador e atual CEO da empresa, que estudou na Universidade da Califórnia em Berkeley. “Mas, ao conversar com os restaurantes, descobrimos que eles tinham resistência a essa forma de pagamento por causa das altas taxas praticadas. Pensamos, então, em algo que pudesse ser útil a todos os envolvidos no processo.”

O executivo explica que tudo é feito via aplicativo, de forma automatizada e flexível. Uma vez disponível, o crédito do benefício pode ser usado da maneira que o colaborador preferir – em alimentação, academia, combustível, supermercado – por meio de pagamento com QR code. Atualmente, são mais de 1 milhão de estabelecimentos cadastrados na plataforma, que consumiu R$ 4,5 milhões em investimentos. Cabe às empresas estabelecerem suas regras.

“Achamos a ideia inovadora e muito mais prática de administrar no dia a dia. Não tem burocracia, não precisamos esperar a chegada dos cartões físicos e nem lidar com o mau funcionamento deles”, conta Daise Almeida dos Santos, responsável pela área de recursos humanos da Mestiça, que conta com 50 funcionários na plataforma, com um benefício diário de R$ 32 por pessoa. No caso específico da agência, os funcionários podem escolher se querem usar esse crédito como vale-alimentação ou vale-refeição. “Se eles tentarem usar em um estabelecimento não credenciado, há a opção de reembolso. Fica bom para todo mundo.”

Atualmente, cerca de 3,5 mil pessoas de 77 empresas estão utilizando a plataforma em todo o país. Entre elas está também a Vérios Investimento, que desde agosto do ano passado gerencia os benefícios de seus 19 colaboradores pela ferramenta. “Estávamos em busca de uma solução pela qual as pessoas tivessem autonomia de uso de acordo com a sua necessidade, e não ficassem limitadas a regras específicas”, conta Caroline Yoshida, gerente financeira da empresa, que oferece aos seus colaboradores um crédito de R$ 42,21 por dia. “Com a mudança, cada um gerencia sua conta e é responsável por administrar seus recursos. Não estabelecemos normas. Eles podem usar da maneira que preferirem.”

Ambas as empresas constataram melhoria no nível de satisfação de seus colaboradores. Segundo Machioni, um levantamento feito com os usuários revelou um NPS (Net Promoter Score, ou índice de indicação do serviço) de 96 em uma escala que vai até 100.

Com faturamento que deve chegar a R$ 1,8 milhão em 2019 – as empresas pagam R$ 5 por funcionário pelo uso da ferramenta –, a Vee Digital vem crescendo a taxas de 30% ao mês. A meta é fechar 2020 com R$ 5,5 milhões e uma movimentação mensal de R$ 15 milhões na plataforma. O próximo passo é fazer com que a solução funcione como uma carteira digital completa para os cadastrados, disseminando a solução de incentivos e premiações.

****

Acessibilidade no transporte

A Cabify anunciou hoje (28) uma atualização em seu aplicativo que vai proporcionar 100% de acessibilidade aos deficientes visuais. Para o desenvolvimento, a empresa de transporte contou com um especialista e assessores cegos, que participaram do design e da implementação da nova versão. Mais de 300 mil motoristas e taxistas foram alvo de uma campanha de conscientização para tornar o serviço mais inclusivo.

****

Urbanização voluntária

Especialista em imóveis econômicos, a MRV investiu R$ 180 milhões no terceiro trimestre deste ano em construções e melhorias em vias, parques, praças, equipamentos públicos e infraestrutura urbana em geral nas cidades onde atua. Essas obras de urbanização são realizadas juntamente com a construção dos condomínios, de maneira a beneficiar também a comunidade do entorno.

****

Reality panda

A Hikvision, fornecedora de soluções de segurança por vídeo, destinou 20 câmeras para observação e pesquisa dos pandas gigantes no zoológico de Moscou. Os filhotes Dingding e Ruyi, que foram transferidos da China para a capital russa, vêm sendo acompanhados online e em tempo real pelos internautas desde julho, e já atraíram a atenção de mais de 1 milhão de pessoas. No entanto, as câmeras anteriores instaladas no pavilhão não forneciam vídeos de alta resolução nem imagens a cores à noite – recursos essenciais para registrar qualquer mudança de comportamento, muito importante para a pesquisa, conservação e reprodução da espécie. Na cerimônia de doação dos equipamentos, a realização de um exame nos animais foi transmitida ao vivo. Pessoas do mundo todo puderam ver como Ruyi escala as balanças para se pesar, mostra os dentes para o exame físico e estica o pé sem medo para tirar sangue.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).