Heineken amplia investimento em games com CBLoL e automobilismo

Para promover a marca Heineken 0.0, empresa dá mais um passo no mundo dos e-sports em uma parceria de longo prazo com a Riot Games, IRB E-sports e F1BC

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Divulgação

Como patrocinadora da F1 desde 2016, a Heineken vai ampliar ainda mais sua atuação nos games de automobilismo com o novo projeto anunciado

Acessibilidade


A Heineken, por meio da marca Heineken 0.0, ampliou sua participação no mundo dos games e e-sports, desta vez, através, de uma parceria com o Campeonato Brasileiro de League of Legends (CBLoL), da Riot Games. Outro projeto envolve os naming rights de duas competições de automobilismo virtual: a Fórmula Heineken 0.0 e o Heineken 0.0 Masters of Track, fruto de parcerias com a F1BC e IRB E-sports, respectivamente.

O acordo de dois anos com a Riot Games Brasil é inédito globalmente, já que é a primeira vez que a marca se conecta diretamente com o território desta comunidade no mundo. O Brasil possui um dos públicos mais engajados com os e-sports e o CBLoL é um dos campeonatos mais icônicos do cenário competitivo brasileiro, com uma média de audiência de 200 mil espectadores, chegando a quase 500 mil durante as finais de 2021.

Além disso, internacionalmente, a torcida brasileira continua sendo uma das mais representativas. Durante o Mundial de LOL de 2021, foi registrada uma média de 170 mil espectadores brasileiros simultâneos assistindo aos jogos da RED Canids Kalunga, e mais de 250 mil espectadores assistindo às finais do campeonato.

Leia mais: Retorno da Fórmula 1 a São Paulo será marcado por torneio inédito de games

“A Heineken 0.0 chegou ao Brasil herdando plataformas de comunicação da marca mãe e agora vai liderar a plataforma de games da Heineken no mundo. Estarmos inseridos no universo dos games nos permite criar experiências de marca relevantes para os consumidores e competidores, assim como amplifica nossas mensagens a um novo público atento e engajado a desempenhar alta performance”, comenta Eduardo Picarelli, diretor da Business Unit da Heineken no Brasil.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Para Carlos Antunes, head de e-sports da Riot Games no Brasil, os e-sports seguem mostrando seu potencial de alcance engajamento no Brasil. “Também é uma evidência do potencial para as marcas de se conectarem com novos públicos de uma forma mais autêntica. Assim como conseguimos levar a qualidade e excelência do CBLOL para mais de 12 milhões de fãs em 2021, temos certeza de que ofereceremos experiências para a comunidade gamer e fã dos e-sports juntos com a Heineken 0.0”, destaca.

Ampliação no automobilismo

Desde 2016, por meio do patrocínio global à Fórmula 1, a Heineken já conta com o automobilismo como plataforma estratégica e agora leva isso também para o mundo dos games. A Heineke 0.0 adquire os naming rights de dois campeonatos virtuais de iRacing: Fórmula Heineken 0.0, desenvolvido pela F1BC, e Heineken 0.0 Masters of Track, resultado da parceria com a IRB E-sports.

Para Eduardo Picarelli, no Brasil, as parcerias fazem parte de uma jornada que começou no ano passado: “Nossa estreia dentro do automobilismo virtual ocorreu com o Player 0.0, torneio proprietário dentro do game da Fórmula 1, que teve diversas etapas online e uma grande final presencial no Paddock do Autódromo de Interlagos durante o Fórmula 1 Heineken Grande Prêmio São Paulo. Além da alta performance, por meio dessas ativações buscamos seguir fomentando assuntos de extrema importância para a sociedade — como consumo responsável e a incompatibilidade de bebidas alcoólicas e direção”.

Leia mais: O Boticário estreia nos e-sports em parceria com a Black Dragons

“Nosso campeonato F1BC Formula Heineken 0.0 é bastante exclusivo, pois os apaixonados por velocidade nos games e simuladores são desafiados a estarem entre os 30 mais rápidos do Brasil, se classificando para o campeonato que renderá as premiações exclusivas da Heineken”, afirma Rodrigo Steigmann, Diretor Geral do F1BC e-Sports. Já Guilherme Bantel, Gerente de Marketing do IRB Esports, reforça que “o automobilismo virtual é um esporte eletrônico com crescimento exponencial nos últimos anos, aqui no Brasil e em todo o mundo. Além de competitividade e realismo incomparáveis para quem disputa, é uma plataforma interativa de entretenimento que oferece diálogo único com pilotos e espectadores.”

Compartilhe esta publicação: