Peixe plant-based é a nova moda que os investidores adoram

Conheça a Current Foods, foodtech que seduziu fundos e até estrelas da NBA para seu projeto de proteína vegetal

Douglas Yu
Compartilhe esta publicação:
Cena aparece uma mão segurando um prato onde há lascas de peixe plant based
Divulgação

Proteína vegetal que imita peixe vem caindo no gosto do consumidor

Acessibilidade


Consumidores estão sendo seduzidos para mudar o perfil de seus pratos para alternativas plant-based e os investidores estão atentos. As informações sobre as consequências da pesca excessiva nos mares estão impulsionando a última moda de alternativas de frutos do mar. No ano passado foram investidos US$ 175 milhões (R$ 920 milhões na cotação atual) no setor globalmente, mostrou o Good Food Institute, um aumento de 92% em relação ao ano anterior.

A Current Foods, uma startup que nasceu em 2021 nos Estados Unidos, que fornece atum e salmão à base de plantas prometendo maior escalabilidade do que carne cultivada e paridade de preço com frutos do mar convencionais, acaba de fechar uma primeira rodada de investimento de US$ 18 milhões (R$ 95 milhões) liderada por pioneiros da carne alternativa do Vale do Silício e formadores de opinião cultural, abrangendo esportes e música. Esses investidores incluem o sócio-gerente da GreatPoint Ventures Ray Lane, Union Grove Venture Partners, Electric Feel Ventures, Astanor Ventures, bem como o 12 vezes All-Star da NBA, armador Chris Paul.

LEIA MAIS: Plant based: 3 questões que colocam em xeque o mercado dos EUA

Lançado pelo empresário Jacek Prus, que trabalhou com proteínas alternativas na última década, ao lado da diretora científica Sonia Hurtado, os principais produtos de atum da Current Foods estão disponíveis principalmente através de B2B em restaurantes e restaurantes finos, incluindo o famoso chef Matthew Kenney’s restaurantes.

Em um comentário fornecido por e-mail, Austin Rosen, fundador da Electric Feel Entertainment e da Electric Feel Ventures, observa como seu fundo foi fundado “com base no investimento em empresas que avançam a agulha”. Ele disse: “A Current Foods, entre nossas outras empresas de portfólio que são melhores para você e para o meio ambiente, está fazendo exatamente isso. Estamos empolgados em apoiar sua expansão e ajudar a dar vida a uma nova geração de alimentos que os consumidores realmente amam.”

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Eric Archambeau, cofundador e sócio da Astanor Ventures, também acrescenta que a Current Foods pode oferecer sabor e textura ao mesmo tempo em que fornece uma solução real para as atuais crises ambientais e de saúde. “Através de todos esses fatores, o salmão e o atum da Current Foods estão claramente acima de outros produtos em sua categoria”, disse Archambeau. “Estamos muito impressionados com o rápido progresso que Jacek, Sonia e o que suas equipes fizeram nos últimos dois anos e não poderíamos estar mais animados em apoiá-los neste próximo capítulo de desenvolvimento.”

Paridade de preço e função semelhante com frutos do mar

A equipe da Current Foods enfatiza como o capital recém angariado apoiará ainda mais o lançamento do salmão defumado no varejo, a expansão global no mercado japonês e o refinamento contínuo dos produtos da empresa. O objetivo é, eventualmente, atingir uma fatia significativa do mercado de frutos do mar, em torno de 50%.

“Salmão e atum são um mercado bastante grande, então o crescimento [em vez de se ramificar em outras categorias de frutos do mar] é um grande foco para nós agora”, disse Prus, acrescentando como os ingredientes usados ​​​​para fazer a Current Foods são semelhantes ao Beyond Meat com proteínas processadas de forma diferente para imitar a textura do marisco.

“Nosso primeiro ingrediente é a água, o segundo é a proteína de ervilha, mas processada de maneira diferente da proteína de carne moída [à base de plantas]”, explicou Prus. “Então, os lipídios vêm dos óleos de girassol e algas, que realmente dão aos nossos produtos Omega-3 e Omega-3 DHA – o benefício nutricional pelo qual os frutos do mar são famosos. Também projetamos nosso produto para funcionar de maneira semelhante: nossos produtos feitos sem colesterol são ricos em fibras e mais baixos em sódio do que o salmão defumado comum.”

Como um dos primeiros patrocinadores da Beyond Meat, Lane observa como a Current Foods reflete o que ele acredita ser as mudanças mais emocionantes que acontecem no espaço de inovação alimentar – a reinvenção da própria comida. Ele disse: “sentimos que investimos no Beyond Meat de frutos do mar, estendendo também para o atum selvagem, salmão e outras espécies oceânicas que são retiradas do mar para serem suprimento de proteína para humanos e não humanos”.

Ele acrescenta que a consciência geral do consumidor em relação à proteção ambiental aumentou desde que a proteína alternativa foi introduzida no mercado, e empresas alternativas de frutos do mar, como a Current Foods, desempenharão um papel crítico na melhoria da sustentabilidade e da saúde dos oceanos.

O preço dos frutos do mar, que disparou nos EUA por causa da inflação, também pode beneficiar o setor alternativo de frutos do mar. Os preços de frutos do mar frescos aumentaram 12,1% em média nos últimos anos, para US$ 8,51 (R$ 45) por unidade em março de 2022, mostraram dados recentes do IRI e 210 Analytics. “Os frutos do mar são de longe o maior segmento de aumento de preços porque tem uma cadeia de suprimentos pouco desenvolvida”, disse Prus, “mas podemos nos dar ao luxo de expandir nossos negócios com margens saudáveis”.

O plano de curto prazo da Current Foods é ofertar o atum em mais restaurantes e locais que os compradores possam acessar facilmente e continuar a expandir seus negócios de salmão por meio de vendas diretas e varejistas. “Nossos produtos ficarão cada vez melhores”, acrescentou Prus. “No futuro, também lançaremos um filé de salmão que você pode cozinhar em casa.”

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: