Chef confeiteira do Plaza Athénée é eleita a melhor do mundo

Foto Divulgação
Jessica Préalpato, Chef confeiteira do restaurante Alain Ducasse au Plaza Athénée é eleita a melhor do mundo em 2019 pelos 50 Melhores Restaurantes do Mundo

Resumo:

 

  • Jessica Préalpato foi eleita a melhor chef confeiteira do mundo de 2019 pela premiação dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo;
  • A chef reconstruiu um novo tipo de confeitaria que tem sua origem na abordagem natural, ligada às estações do ano e aos produtores, além do respeito com os sabores e o meio ambiente;
  • O prêmio Melhor Chef de Confeitaria do Mundo é votado por mais de 1000 especialistas internacionais da indústria de restaurantes e por gourmets bem viajados.

Jessica Préalpato, 33 anos, chef confeiteira do restaurante Alain Ducasse au Plaza Athénée, foi nomeada na última terça-feira (11), a Melhor Chef Confeiteira do Mundo de 2019,  título concedido dentro da premiação do “50 best” (50 Melhores Restaurantes do Mundo).

LEIA MAIS: Os 10 melhores pratos de rua ao redor do mundo

O prêmio é votado por mais de 1000 especialistas internacionais da indústria de restaurantes e por gourmets bem viajados, que compõem a Academia dos 50 Melhores Restaurantes do Mundo. Esta compreende 26 regiões ao redor do mundo, cada uma com 40 membros, incluindo um presidente.

Seguindo a tradição do trabalho do chef Romain Meder, Jessica passou os últimos três anos reconstruindo um novo tipo de confeitaria que tem sua origem na abordagem natural, intrinsecamente ligada às estações do ano e aos produtores, além do respeito com os sabores e o meio ambiente. “Se desde o início uma fruta é muito doce, como as peras podem ser, não vale a pena adicionar mais doçura a ela”, diz a chef.

Alain Ducasse a parabenizou por seu trabalho inovador, enalteceu seu livro, “Desserality”, e elogiou a equipe do seu restaurante: “Este prêmio é uma homenagem à coragem demonstrada por Jessica, que usou seu talento e trabalho para desenvolver uma nova perspectiva sobre a criação de patisseries [local especializado em  bolos e doces]“.

Jessica gosta de casar sabores, gostos e texturas de modo a alternar o uso da churrasqueira, forno e frigideira. Ela testa, tempera, extrai e acentua sabores, brinca com a acidez e amargura e ainda cria combinações ao trabalhar com condimentos. “O cliente não deve ficar entediado com a sobremesa. Cada mordida tem de ser diferente.”

Jessica nasceu em Mont-de-Marsan, filha de pais confeiteiros e padeiros. Inscreveu-se na Escola de Hotelaria de Biarritz, onde fez um curso de formação BTS (diploma vocacional de nível superior), e se especializou em arte culinária e apresentação. Em seu segundo ano, fez um curso de aprofundação em pratos de sobremesas para chefs.

Sua primeira experiência profissional foi no restaurante La Chèvre d’or in Èze com Philippe Labbé, e depois trabalhou junto ao chef Philippe Etchebest no Hostellerie de Plaisance, em Saint-Émilion. Em 2009, passou a atuar como chef de cozinha no restaurante dos irmãos Ibarboure, em Bidart, e, em seguida, como subchef de confeitaria.

Em janeiro de 2010, ela se juntou à equipe de Frédéric Vardon para a abertura do restaurante 39V em Paris. Também trabalhou no Park Hyatt Paris-Vendôme. Em novembro de 2015, entrou para a equipe do restaurante Alain Ducasse au Plaza Athénée como chef de confeitaria.  Em novembro de 2018, Jessica publicou o livro “Desseralité”, com 45 sobremesas originais, inspiradas na natureza.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).