United Airlines sorteia passagens aéreas para viajantes vacinados

Iniciativa da companhia norte-americana é apenas o começo de uma tendência de incentivo à vacinação contra a Covid-19 entre as empresas do setor.

Suzanne Rowan Kelleher
Compartilhe esta publicação:
Reprodução/Forbes
Reprodução/Forbes

Cinco sortudos totalmente vacinados irão ganhar da United passagens aéreas gratuitas para qualquer destino no mundo por um ano inteiro

Acessibilidade


A United Airlines acaba de lançar um sorteio para viajantes totalmente vacinados, e o prêmio é incrível.

Em todos os dias do mês de junho, a companhia aérea norte-americana distribuirá um par de passagens de ida e volta para duas pessoas, em qualquer classe, para qualquer lugar do mundo que a United atue. Mas não é só isso. Em 1º de julho, a empresa reunirá de novo todos os participantes e escolherá aleatoriamente mais cinco vencedores para o grande prêmio: voos gratuitos para dois, seja qual for o destino, durante um ano inteiro.

LEIA MAIS: Conheça o país que vai vacinar seus turistas contra a Covid-19

A iniciativa não é apenas boa para os negócios da United, mas também para os Estados Unidos, já que incentivos à vacinação contra a Covid-19 realmente funcionam – em especial, essas campanhas do tipo loteria, que oferecem mega prêmios. O sorteio Vax-a-Million de Ohio, com cinco prêmios de US$ 1 milhão para residentes vacinados, aumentou a taxa de imunização do estado em mais de 28% nos primeiros três dias. O primeiro vencedor foi anunciado ontem (24), entre 2,8 milhões de participantes.

Agora, Nova York, Maryland e Oregon também estão incentivando a população não imunizada a tomar suas doses contra a Covid-19, oferecendo a chance de ganhar até US$ 5 milhões em suas loterias.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Assim como vários estados aderiram ao movimento de Ohio, há uma grande vantagem (e pouquíssima desvantagem) para as outras grandes companhias aéreas dos EUA – American, Delta e Southwest – em lançar seus próprios sorteios em um esforço de incentivar os viajantes a se vacinarem.

Antes de tudo, programas de estímulo à vacinação são muito populares. De acordo com uma pesquisa recente da Harris, mais de dois terços (65%) dos norte-americanos gostam da ideia de usar incentivos para encorajar mais pessoas a se imunizarem. Mais importante ainda, esses agrados repercutem entre o grupo mais relevante: de acordo com o mesmo estudo, 57% dos não vacinados apoiam a ideia e 54% dizem que são mais propensos a tomar a vacina se um incentivo for oferecido.

Da mesma forma, em um levantamento recente da Morning Consult, quase seis em cada 10 residentes dos EUA (58%) disseram que recompensas das marcas são um bom motivo para as pessoas se vacinarem.

Além disso, para as aéreas, não há risco em incentivar a vacinação. A Morning Consult descobriu que 83% dos adultos norte-americanos seriam mais favoráveis (41%) a uma marca que incentiva os consumidores a receberem imunizantes e 42% afirmaram que tais estímulos não teriam impacto em suas opiniões de qualquer forma.

LEIA MAIS: A retomada do turismo: veja como 7 empresas avaliam o setor no pós-pandemia

No cenário geral, vacinar mais pessoas é do interesse de todas as empresas aéreas, já que essa é a chave para a recuperação da indústria do turismo que vale US$ 1,5 trilhão só nos EUA (e sustenta mais de 11 milhões de empregos no país).

“Estamos orgulhosos de fazer nossa parte para incentivar as pessoas a tomarem suas doses”, disse o CEO da United, Scott Kirby. “Graças à vacina, cada vez mais destinos estão se abrindo para viagens – e sabemos que nossos clientes estão ansiosos para voar.”

Kirby tem razão, mas isso é apenas parte do quadro. Repetidamente, pesquisas mostram como a campanha de vacinação tem impulsionado as viagens de férias. De acordo com um estudo recente do The Points Guy e da Healthline Media, o interesse em viajar no verão do Hemisfério Norte é significativamente maior entre os norte-americanos vacinados (54%) em comparação com aqueles que provavelmente não tomarão o imunizante (40%).

Dois terços (67%) dos entrevistados disseram que tomar a vacina os fará se sentir seguros o suficiente para viajar novamente, de acordo com um levantamento da seguradora de viagens Allianz Partners. “Nossa pesquisa descobriu que o aumento da confiança do viajante é um resultado direto da maior disponibilidade da vacina”, disse Daniel Durazo, diretor de marketing e comunicações da empresa.

Além disso, há uma quantidade grande de relatos de profissionais de turismo. “A tendência que observamos é que, assim que as pessoas recebem a vacina, elas fazem reservas”, diz Betsy O’Rourke, CMO da Xanterra, a maior empresa de gestão de concessões de parques nacionais dos EUA. Essa é uma observação ecoada por consultores de viagens em todo o país.

LEIA MAIS: 15 parques mais relaxantes do mundo para viajar no pós-pandemia

“Olhando para o futuro”, concluíram os analistas da Morning Consult, “os adultos indecisos em tomar a vacina representam a maior oportunidade em termos de aumento da confiança do consumidor”.

A United é a primeira grande empresa do setor de viagens a oferecer um incentivo significativo para que mais norte-americanos sejam vacinados. Felizmente, é apenas o começo de uma grande e bela tendência.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: