25 melhores empresas para trabalhar no Brasil

Getty Images / Compassionate-Eye-Foundation-Hero-Images
Getty Images / Compassionate-Eye-Foundation-Hero-Images

A lista da Indeed mostra empresas que desejam evoluir e investir em sua força de trabalho

Reputação, salários competitivos, pacote de benefícios e oportunidades de plano de carreira. Essas são algumas das características mais procuradas por quem busca um emprego. Como um dos maiores sites de empregos no mundo, a Indeed possui mais de 4,1 milhões de avaliações e comentários em sua plataforma no Brasil e mais de 200 milhões em todo o mundo.

Com a ajuda de tantos usuários, o site organizou uma lista com as melhores empresas para trabalhar no Brasil em 2020. De acordo com Felipe Calbucci, diretor da companhia no país, essa lista mostra que as empresas que desejam evoluir e investir em sua força de trabalho continuarão atraindo e retendo os melhores talentos. “Embora a remuneração e a segurança no emprego estejam sempre em mente para os funcionários, estamos vendo a cultura da empresa e o senso de comunidade se tornarem uma forte prioridade. O apoio da gerência também é altamente valorizado pelos colaboradores”, revela.

VEJA MAIS: Glassdoor divulga lista dos 50 Melhores Lugares para Trabalhar no Brasil

Para o ranking, a empresa avaliou as impressões de funcionários e ex-funcionários, comentários, elogios e críticas e chegou a uma lista com as 25 melhores empresas para se trabalhar em solo nacional. Em uma das avaliações da companhia que ocupa o topo do ranking – a Bosch -, os usuários da plataforma mencionaram “empresa enriquecedora em cultura e aprendizados infinitos, clima organizacional saudável e salário/benefícios excelentes”.

Já no caso da Johnson & Johnson, que conquistou a vice-liderança, uma das avaliações mais marcantes foi a experiência positiva de uma ex-funcionária. ”Uma ótima empresa para se desenvolver profissionalmente, tendo em vista o mundo de oportunidades disponíveis para todos ali dentro. Foi, com certeza, o melhor primeiro emprego que eu poderia ter tido.”

Seja por ambientes leves e acolhedores ou por foco nos consumidores e qualidade dos produtos, as 25 empresas do ranking conquistaram os funcionários e consolidaram seus negócios no mercado.

Veja, na galeria de fotos a seguir, as 25 Melhores Empresas para Trabalhar no Brasil em 2020 segundo a Indeed:

  • 1 – Bosch

    Multinacional de engenharia e eletrônica com sede em Gerlingen, na Alemanha, foi fundada em 1886 e, embora seja de origem alemã, está presente em diversos países do mundo. No Brasil, chegou em 1954. Com unidades em Campinas, São Paulo, Sorocaba, Simões Filho e Curitiba, emprega cerca de 8.294 colaboradores em solo nacional e registrou, em 2018, um faturamento líquido de R$ 5,3 bilhões.

    getty images / Picture Alliance
  • 2 – Johnson & Johnson

    É a sexta maior empresa do mundo em produtos de saúde para o consumidor. Fundada em 1886 nos Estados Unidos, é especializada na produção de farmacêuticos, utensílios médicos e itens pessoais de higiene. Tem mais de 250 unidades que operam em 60 países, empregando cerca de 118 mil pessoas. No Brasil, iniciou suas operações em 1933, em São Paulo. Hoje, seu maior complexo industrial do mundo está em solo nacional: em São José dos Campos (SP), que emprega 4 mil dos 7 mil funcionários brasileiros.

    getty images / mariotama
  • 3 – Mondelez International

    A Mondelez International Inc. é um conglomerado multinacional norte-americano fundado em outubro de 2012. No Brasil, sua sede fica em Curitiba, Paraná, mas a atuação da empresa em solo nacional se destaca por ser a quarta maior operação da Mondelez International no mundo, com 10 mil funcionários e 17 sites (fábricas, escritórios e centros de distribuição). É uma das maiores fabricantes mundiais de snacks, com um portfólio diverso de produtos que inclui as marcas Lacta, Oreo, Club Social, Trakinas, belVita, Halls, Trident, Philadelphia e Royal, entre outras.

    getty images / SOPAimages
  • 4 – ArcelorMittal

    O conglomerado industrial de empresas de aço com sede em Luxemburgo foi formado em 2006 e, atualmente, opera em mais de 60 países. No Brasil, sua rede de distribuição se espalha por mais de 120 unidades estrategicamente construídas, que empregam cerca de 17 mil funcionários diretos. Tem uma capacidade anual de produção de 12,5 milhões de toneladas de aço e 7,1 milhões de toneladas de minério de ferro.

    getty images / Thomas Trutschel
  • 5 – Honda

    Em 1971, a Honda Motor Co., Ltd. chegava ao Brasil para se iniciar no mercado nacional. A Companhia opera em quatro segmentos de negócios: motocicletas, automóveis, serviços financeiros e produtos de energia. Cinco anos depois, era inaugurada a fábrica da Moto Honda na Amazônia, em Manaus, de onde saiu a primeira CG, até hoje o veículo mais vendido do país. De lá para cá, a unidade produziu mais de 24 milhões de motos e emprega cerca de 5.500 dos 10 mil colaboradores nacionais. Mas não é apenas no Norte que a Honda possui prestígio: na cidade de Sumaré, em SP, está localizada a atual sede da companhia, a responsável pelos negócios na América do Sul.

    getty images / NurPhoto
  • 6 – Unimed

    Fundada pelo Dr. Edmundo Castilho em 1975, a Confederação Nacional das Cooperativas Médicas (Unimed) ostenta o reconhecimento de ter se tornado uma das maiores operadoras de planos de saúde do Brasil e de uma das maiores cooperativas de saúde do mundo. Seu sistema médico está presente em cerca de 83% do território brasileiro, com mais de 347 cooperativas, 113  mil médicos cooperados, 18 milhões de beneficiários, 2.611 hospitais credenciados e 114 hospitais próprios, além de 34 cooperativas regionais, que fazem o meio de campo entre as subsidiárias e a Unimed nacional.

    Logo
  • 7- Nestlé

    Nascida da fusão da Anglo-Swiss Milk Company, fundada em 1866 pelos irmãos George Page e Charles Page, e Henri Nestlé, a Nestlé S.A. é uma empresa transnacional suíça do setor de alimentos e bebidas. No Brasil, sua primeira atuação foi por conta da comercialização da farinha láctea importada, em 1876. Porém, sua consolidação em solo nacional foi apenas em 1921, para a produção de um dos produtos mais famosos da marca: o leite moça. Na época chamado de leite condensado Milkmaid, ele começou a ser produzido na primeira fábrica da companhia no país, em Araras, interior de São Paulo. Hoje, a Nestlé emprega, no mundo todo, mais de 20 mil colaboradores diretos e gera outros 200 mil empregos indiretos, que colaboram na fabricação, comercialização e distribuição de mais de 1 mil itens.

    getty images / Anadolu Agency
  • 8 – Natura

    Totalmente nacional, a Natura foi criada em agosto de 1969 por Antônio Luiz Seabra em uma pequena fábrica no bairro da Vila Mariana, em São Paulo. Representando o setor de cosméticos e beleza, a empresa tem agora presença direta na Argentina, Chile, Colômbia, México, Peru, Venezuela, França e Estados Unidos. No Brasil, sua atuação é massiva. Com uma rede de 7 mil colaboradores e 1,5 milhão de consultoras e consultores, a empresa aumentou expressivamente seu time com a compra da britânica The Body Shop, em 2017, e a recente aquisição do grupo norte-americano Avon, no ano passado, passando a contar com 40 mil colaboradores.

    getty images / SOPA images
  • 9 – Bayer

    Com atuação global nos setores de saúde (Bayer HealthCare) e agronegócios (Bayer CropScience), a Bayer foi fundada em 1863, na Alemanha. No Brasil, sua trajetória começou há 124 anos, em 1896, quando dois consultores técnicos da companhia desembarcaram no Rio de Janeiro com a missão de levantar as possibilidades comerciais da república da época. Nesse mesmo ano foi fundada a primeira representante dos produtos Bayer no Brasil, a Walty Lindt & Cia. O Brasil é a segunda maior operação da companhia no mundo e conta com 6.500 colaboradores atualmente.

    getty images / picture alliance
  • 10 – Samsung Electronics

    O Grupo Samsung foi fundado em 1938 na Coreia do Sul e se define como um conglomerado multinacional, já que compreende cerca de 80 marcas, como a Samsung Electronics. Conhecida mundialmente como uma empresa de tecnologia da informação e de eletrônicos, a marca é uma das maiores fabricantes de telefones móveis do mundo e é expressivamente reconhecida no Brasil. Presente no país desde 1987, a companhia possui duas fábricas, uma em Campinas, no interior de São Paulo, e outra em Manaus, capital do Amazonas, mais de 10 mil funcionários, três centros de pesquisa e desenvolvimento, um centro de design e mais 35 polos de distribuição em toda o país.

    getty images / VCG
  • 11 – Grupo Boticário

     
    A marca é conhecida desde 1977, quando a companhia era um negócio único que produzia e vendia vários produtos ligados a área de cosméticos e beleza. Essa empresa ainda existe, mas hoje faz parte de uma holding fundada em março de 2010 e que aglomera sete marcas: O Boticário, Eudora, Quem Disse, Berenice?, Multi B, Vult e Beleza na Web  e The BeautyBox. Essa reestruturação marcou a busca por uma diversidade maior de portfólios e um crescimento ainda maior em solo nacional. Brasileiro de nascença, o grupo gera, aproximadamente, 36 mil empregos diretos e indiretos no país.

    Logo
  • 12 – JSL

    Fundada por Júlio Simões em 1956 , a empresa de capital aberto JSL é um grupo brasileiro de companhias relacionadas a transportes e logística, com sede na cidade de Mogi das Cruzes, no Estado de São Paulo. Tudo começou quando o empresário português começou as suas atividades fazendo o transporte de produtos hortifrutigranjeiros de Mogi das Cruzes para o Rio de Janeiro. Em seguida, passou a fazer o transporte de “cargas pesadas”, especializando-se neste segmento. Atualmente, o grupo é um dos maiores do mercado, com 230 filiais no Brasil e no Mercosul, mais de 16 mil colaboradores e cerca de 13 mil ativos, entre eles 2.317 caminhões.

    Divulgação
  • 13 – Toyota

    Fundada em 1937 no Japão, a Toyota completou, em janeiro de 2020, 62 anos de atuação no Brasil. Durante esse tempo, cultivou um negócio que hoje conta com cerca de 7 mil colaboradores em suas quatro fábricas nas cidades paulistas de Indaiatuba, Sorocaba, Porto Feliz e São Bernardo do Campo, nos três centros de distribuição de veículos em Guaíba (RS), Vitória (ES), e Suape (PE), no centro de distribuição de peças em Votorantim (SP) e em seu escritório de representação em Brasília (DF).

    getty images / NurPhoto
  • 14 – Cacau Show

    Com a ajuda de uma funcionária e US$ 500, a empresa brasileira Cacau Show nasceu. Tudo aconteceu em 1988, no bairro da Casa Verde, zona norte de São Paulo, quando o então pequeno empresário de 17 anos Alexandre Tadeu decidiu criar uma das marcas de chocolate mais conhecidas do país. Hoje, a companhia está presente em quase todos os estados brasileiros e conta com mais de 2 mil lojas e cerca de 12 mil funcionários.

    Logo
  • 15 – Magazine Luiza

    Criada em 1957, em Franca, interior de São Paulo, a rede varejista esteve sob o comando de Luiza Trajano, sobrinha da fundadora, por décadas. Com o tempo, acabou se transformando em uma plataforma de vendas, com 900 lojas físicas em 17 estados, 22 mil funcionários e 12 centros de distribuição. O marketplace reúne 1,5 mil sellers. Desde 2011, a empresa faz parte do novo mercado da B3.

    getty images / SOPAimages-2
  • 16 – Algar Telecom

    A empresa, que começou com a oferta de telefonia fixa em Minas Gerais em 1954, hoje possui um portfólio de soluções de tecnologia da informação e comunicação em 350 cidades doe 16 Estados do país. Conta com 4 mil funcionários e 1,4 milhão de clientes.

    Logo
  • 17- Leroy Merlin

    A varejista francesa de materiais de construção, decoração e bricolage chegou ao Brasil em 1998. Atualmente, são cerca de 40 lojas em 13 Estados, que oferecem mais de 80 mil itens em 15 setores, como ferramentas, cerâmicas, jardinagem, tapetes e cortinas. Só por aqui são cerca de 10 mil funcionários.

    getty images / SOPAimages3.
  • 18 – PepsiCo

    No Brasil desde 1953, a PepsiCo possui uma operação hoje no território nacional que inclui mais de 100 filiais de vendas e centros de distribuição, além de uma dezena de fábricas. Cerca de 10 mil funcionários trabalham para levar os produtos da marca – além do refrigerante, o portfólio inclui Toddy, Quaker, Mabel, Doritos, Ruffles e Lipton, entre outros – a mais de 500 mil pontos de venda.

    Getty images / Denise Truscello
  • 19 – Thyssenkrupp

    O grupo alemão faz negócios no Brasil desde 1837 e emprega, atualmente, mais de 10 mil colaboradores em todas as regiões do país. Em 213, estabeleceu-se de vez por aqui, e, embora seja mais conhecido pelos elevadores, oferece tecnologias e materiais para os segmentos de siderurgia, automotivo, energia, infraestrutura, mineração, cimento, construção civil, química e petroquímica e defesa, entre outros.

    getty images / Picture Alliance
  • 20 – Saint-Gobain

    O Brasil faz parte hoje dos cinco mercados mundiais mais importantes para a Saint-Gobain. Todas as atividades do grupo estão representadas no país: são tubulações para redes de água e esgoto; materiais de construção de diferentes aplicações e propriedades para a arquitetura de interiores e exteriores; vidros inovadores para construções ou para o mercado automotivo; materiais de alta performance para as indústrias de tecnologia; e distribuição de materiais de construção responsáveis por R$ 8 bilhões em vendas anuais. São 57 fábricas, três mineradoras, três escritórios comerciais, 35 centros de distribuição e mais de 12 mil colaboradores.

    getty images / Christope MorinIP3
  • 21 – FIS

    Especializada no desenvolvimento de soluções e suporte completo às instituições financeiras e comerciais para a operação de qualquer sistema eletrônico de pagamento, a norte-americana FIS tem sua atuação no Brasil distribuída em oito escritórios, fábricas e contact centers localizados em São Paulo, Jundiaí, Itu, Limeira, Barueri, Belo Horizonte e Uberlândia. Globalmente, a companhia emprega mais de 50 mil pessoas.

    Logo
  • 22 – Lojas Riachuelo

    Fundada em 1947 como uma loja de tecidos, a varejista brasileira possui hoje cerca de 300 lojas em todo o território nacional e mais de 40 mil funcionários. Parte do grupo Guararapes, possui duas fábricas no nordeste do país – Natal e Fortaleza, 508 mil e 118 mil metros quadrados, respectivamente.

    riachuelo_reprodução
  • 23 – Vivo

    Com serviços de telefonia móvel, banda larga e TV por assinatura, além de soluções para empresas e atacado, a empresa teve início em 1998, quando a Telesp – companhia estatal de telecomunicações do Sistema Telebrás – foi privatizada e adquirida pela Telefónica, da Espanha, formando a Telefônica Brasil. Possui mais de 30 mil colaboradores em todos os estados brasileiros.

    Divulgação
  • 24- Sodexo

    Fundada na França em 1966, a empresa oferece soluções para transporte, alimentação, reconhecimento e campanhas de incentivo. Atua em 67 países ao redor do mundo por meio de uma força de trabalho de 470 mil colaboradores que atendem mais de 100 milhões de consumidores.

    getty images / SOPAimages4
  • 25- C&A

    Com 170 anos de história, a varejista holandesa de moda se instalou no Brasil em 1976. Atualmente, possui mais de 280 lojas em 125 cidades do país e emprega cerca de 15 mil pessoas. Além de vender roupas, acessórios, celulares e eletrônicos, tem um braço financeiro que atua junto ao Banco BradesCard e, por meio dele, oferece aos consumidores uma série de produtos e serviços, como emissão e administração do cartão C&A, empréstimo pessoal e seguros.

    getty images/SOPAimages5
  • 11 – Grupo Boticário

     
    A marca é conhecida desde 1977, quando a companhia era um negócio único que produzia e vendia vários produtos ligados a área de cosméticos e beleza. Essa empresa ainda existe, mas hoje faz parte de uma holding fundada em março de 2010 e que aglomera quatro marcas: O Boticário, Eudora, Quem Disse, Berenice?, Multi B, Vult e Beleza na Web  e The Beauty Box. Essa reestruturação marcou a busca por uma diversidade maior de portfólios e um crescimento ainda maior em solo nacional. Brasileiro de nascença, o grupo gera, aproximadamente, 36 mil empregos diretos e indiretos no país.

    Divulgação

1 – Bosch

Multinacional de engenharia e eletrônica com sede em Gerlingen, na Alemanha, foi fundada em 1886 e, embora seja de origem alemã, está presente em diversos países do mundo. No Brasil, chegou em 1954. Com unidades em Campinas, São Paulo, Sorocaba, Simões Filho e Curitiba, emprega cerca de 8.294 colaboradores em solo nacional e registrou, em 2018, um faturamento líquido de R$ 5,3 bilhões.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).