3 maneiras de apoiar as mulheres no local de trabalho

Getty Images
Quando unidas por uma causa comum, as mulheres podem mudar o mundo

As mulheres são sub-representadas em todos os níveis do mundo corporativo, embora constituam mais da metade dos estudantes universitários atualmente. Uma mudança significativa ainda é necessária. Já houve progresso, porém, incrivelmente lento.

LEIA MAIS: 5 previsões para as mulheres no trabalho em 2019

Observe a questão das remunerações. Um recente estudo da Secretaria de Estatísticas Trabalhistas dos Estados Unidos constatou que, em 2017, as mulheres que trabalhavam em tempo integral só recebiam 82% dos salários de seus colegas do sexo masculino. A lacuna é ainda pior se você for negra. Se a diminuição na diferença salarial continuar no mesmo ritmo, apenas em 2059 haverá equidade nos ganhos.

Menos de 5% dos CEOs presentes na Fortune 500 são mulheres. Por mais que elas entrem no mercado de trabalho de modo igual aos homens, quanto mais alto o cargo corporativo, menor a sua presença.

Essas desigualdades não são novidade para muitos líderes, especialmente mulheres, já que as diferenças de gênero no local de trabalho são amplamente discutidas. Mas a questão permanece: o que podemos fazer? Acredito que educar a nós mesmos e aos outros é um bom começo.

A realidade é que, nos EUA, por exemplo, quando se trata de posições de liderança, muitos dizem acreditar que mulheres são mantidas em um padrão mais elevado do que os homens. Alguns chegam a citar “responsabilidades familiares” como um obstáculo no caminho da liderança feminina. Uma linguagem negativa é frequentemente utilizada para descrever funcionárias em avaliações de desempenho e, a maioria das pessoas, quando convidada a imaginar um líder, imagina um homem. Na minha opinião, crenças como essas são responsáveis ​​por desacelerar a igualdade de gênero.

É importante notar que nem sempre são os homens que pensam assim. Os preconceitos inconscientes podem afetar a todos nós. Então, como podemos mudar isso?

VEJA TAMBÉM: Mulheres mais poderosas do Brasil são destaque na Forbes

Com algumas mudanças simples, porém persistentes, acredito que podemos causar impacto na desigualdade de gênero. É hora de todas as mulheres se apoiarem mutuamente em sucessos e serem intencionais sobre reconhecimento e a alteração de preconceitos próprios e alheios. Nosso talento é necessário. Quando unidas por uma causa comum, as mulheres podem mudar o mundo. Não foi simplesmente dado o direito de votar, possuir propriedade ou ter educação universitária. Foi, desde sempre, uma grande luta e, eventualmente, uma vitória. Podemos melhorar o local de trabalho da mesma forma.

Veja, na galeria de fotos abaixo, 3 maneiras de apoiar as mulheres no local de trabalho:

  • Defenda o sucesso de outras mulheres

    Se acreditamos que o sucesso de uma mulher é uma vitória para todas as outras, podemos nos apoiar. Se você quer saber como uma mulher alcançou o sucesso, pergunte a ela. Acredito que podemos desenvolver nossas próprias habilidades, ao olhar para os outros que estão em posições que queremos alcançar.

    Outras maneiras pelas quais podemos defender o sucesso de uma mulher incluem reconhecer publicamente uma colega em reuniões e chamar ou interromper alguém que diz algo humilhante para outra mulher. As redes sociais são excelentes meios para destacar nossos sucessos, seja de alguém que você conhece, seja ao compartilhar um artigo que fala sobre os triunfos de uma mulher. Seja da equipe que torce por vitórias femininas.

  • Observe seus próprios preconceitos

    Muitos desconhecem seus preconceitos de gênero. O primeiro passo é olhar para as áreas que podem instigar esses vieses. Por exemplo, você categoriza características de liderança como masculinas ou classifica mulheres poderosas e sinceras como agressivas? Se sim, esta é a sua oportunidade de examinar e interromper essa parcialidade. Se observar este comportamento nos outros, diga algo, de maneira não ameaçadora. Por exemplo: “Eu também via isso como algo agressivo, mas depois percebi que esse mesmo comportamento, vindo de um homem, seria colocado como traço de um grande líder. Eu reconheci o preconceito de gênero. Você também?”

  • Fale, seja ouvida e contribua

    Como líder feminina, é bem provável que, em algum momento de sua carreira, você tenha sido interrompida por um colega do sexo masculino. Embora o viés demonstrado dessa forma não seja algo que possa ser necessariamente controlado, acredito que há algumas maneiras de conseguir que a escutem. Quando estiver em uma reunião, faça-se ser ouvida. Se você contribuir com uma ideia e ela não for reconhecida, mas outra pessoa a repetir e for validada, dirija-se a ele ou ela e diga algo que deixe claro que o conceito era originalmente seu, como: “Obrigada por reforçar minha ideia”. Em outras palavras, certifique-se de receber o crédito apropriado.

Defenda o sucesso de outras mulheres

Se acreditamos que o sucesso de uma mulher é uma vitória para todas as outras, podemos nos apoiar. Se você quer saber como uma mulher alcançou o sucesso, pergunte a ela. Acredito que podemos desenvolver nossas próprias habilidades, ao olhar para os outros que estão em posições que queremos alcançar.

Outras maneiras pelas quais podemos defender o sucesso de uma mulher incluem reconhecer publicamente uma colega em reuniões e chamar ou interromper alguém que diz algo humilhante para outra mulher. As redes sociais são excelentes meios para destacar nossos sucessos, seja de alguém que você conhece, seja ao compartilhar um artigo que fala sobre os triunfos de uma mulher. Seja da equipe que torce por vitórias femininas.

 


Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Forbes no Facebook: http://fb.com/forbesbrasil
Forbes no Twitter: http://twitter.com/forbesbr
Forbes no Instagram: http://instagram.com/forbesbr

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).