QuintoAndar faz sexta aquisição e entra no setor de condomínios

Capitalizada após aportes recordes no ano passado, proptech compra a startup Noknox, especializada em tecnologia para complexos residenciais.

Luiz Gustavo Pacete
Compartilhe esta publicação:
Divulgação

André Penha, CTO e co-fundador do QuintoAndar: foco na integração e tecnologia em condomínios

Acessibilidade


A QuintoAndar anuncia na tarde de hoje (3) sua sexta aquisição. A compra da startup Noknox, especializada em tecnologia para condomínios, representa a entrada da proptech no setor de moradias. O apetite por aquisições do QuintoAndar se intensificou com os aportes recebidos pela startup no ano passado. Foram investidos na empresa R$ 673 milhões em agosto, mês em que o valor de mercado chegou a R$ 25 bilhões. Desde 2020, já foram adquiridas a SíndicoNet, Casa Mineira, Atta, Velo e Navent.

LEIA TAMBÉM: Com hub em Portugal, QuintoAndar recrutará talentos de tecnologia pelo mundo

“A gente entende que as pessoas que interagem em um condomínio – moradores, funcionários e síndico – se beneficiariam de um suporte tecnológico moderno e simples. A Noknox foi uma escolha fácil porque é uma empresa que, assim como o QuintoAndar, também tem tecnologia no DNA e oferece a melhor experiência e produto do mercado”, afirma o CTO e co-fundador do QuintoAndar, André Penha.

Os planos, segundo André, incluem a expansão do aplicativo para condomínios de todo o Brasil e a aceleração de sua digitalização. “O conceito de ‘casa inteligente’ ganhou força recentemente, e a mesma tecnologia que se instalou na casa dos brasileiros também deve estar presente na área comum do condomínio. Trabalhamos para evoluir um cenário em que a maioria das pessoas ainda depende de interfone com fio, comunicações em cartazes de elevador, cadernos de papel e planilhas, tudo desconectado”, diz o CEO da Noknox, Joaquim Venâncio.

Projeto de expansão

Em novembro de 2020, a QuintoAndar fez sua primeira aquisição: o portal especializado SíndicoNet. Em março de 2021, incorporou a Casa Mineira. No mês de agosto comprou a empresa de crédito imobiliário Atta e, em dezembro, adquiriu a Velo, uma das maiores plataformas de moradia da América Latina. A última compra foi em dezembro do ano passado: o grupo argentino Navent.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

LEIA TAMBÉM: Com mais US$ 120 milhões em caixa, QuintoAndar quer expansão “natural e gradual”

Em novembro, a empresa também havia anunciado a criação de um Centro Tecnológico em Lisboa previsto para entrar em funcionamento em março de 2022. O hub vai abrigar, inicialmente, 50 profissionais. A premissa do projeto é atrair talentos de tecnologia para o quadro de profissionais da empresa, como explica Gabriel Braga, CEO do QuintoAndar, à Forbes Brasil.

 

Compartilhe esta publicação: