10 formas de se manter ativo enquanto trabalha de casa

Westend61/GettyImages
Trabalhar em casa tem se tornado uma prática cada vez mais comum — e popular pelos inúmeros benefícios que proporciona tanto para o funcionário quanto para o empregador

Resumo:

  • O chamado home office, ou trabalho remoto, pode proporcionar mais conforto e comodidade. É preciso, porém, atenção, organização e disposição contra o sedentarismo e os maus hábitos;
  • Especialistas do Forbes Coaches Council dão dicas que como melhorar a rotina e manter a saúde física e mental para quem trabalha em casa;
  • Fazer pausas ou se exercitar entre as tarefas pode ajudar a evitar tensões e contribuir para o desempenho mental.

Trabalhar em casa tem se tornado uma prática cada vez mais comum — e popular pelos inúmeros benefícios que proporciona tanto para o funcionário quanto para o empregador. O que não exclui alguns problemas que a rotina do chamado home office pode carregar. A maior parte das atividades remotas é feita diante do computador ou ao telefone, o que leva o profissional a permanecer em um mesmo local por muito tempo, sem reuniões ou colegas que o lembrem de esticar as pernas de vez em quando. Ou que o convidem para um almoço variado e saudável.

VEJA TAMBÉM: As 100 melhores empresas para trabalho remoto em 2018

Tudo isso pode levar a um estilo de vida sedentário e insalubre. Para manter-se mais ativo enquanto trabalha de casa, veja, na galeria a seguir, 10 dicas de especialistas do Forbes Coaches Council para evitar a inatividade na rotina remota:

  • 1. Tenha equipamentos de exercício por perto

    Além de definir horários para caminhar ou subir escadas, é útil deixar pesos de mão, faixas elásticas de resistência, colchonetes, barras flexíveis e cadeiras prontamente visíveis ou pelo caminho. Dessa forma, quando você fizer uma pausa, pode pegar os pesos e fazer repetições para os braços, ou investir em flexões e exercícios para as pernas, usar as faixas de resistência e, com frequência, trabalhar sua força por alguns minutos longe do computador.

    Joanne Markow, GreenMason

  • 2. Desenvolva um ritmo diário

    Hábitos são práticas comportamentais constantes que podem tanto prejudicá-lo como mantê-lo no caminho certo. Criar rituais regulares no trabalho em casa é essencial. Reserve um tempo para acordar com calma, agende seu trabalho e suas pausas. Tenha equipamentos de exercício ou pesos à mão, faça flexões, dê um passeio ou simplesmente tenha uma pequena bancada para trabalhar em pé. Use aplicativos de bem-estar para lembrá-lo dos momentos certos para se movimentar.

    Maureen Orey, Workplace Learning & Performance Group

  • 3. Mexa-se na hora das refeições

    Sou um pouco hipócrita porque aqui se trata de um erro que notei recentemente em meus próprios hábitos. Quando estou em casa, peço minhas refeições pelo celular. O simples ato de sair para comer ou levantar para cozinhar nos obriga a andar e a nos movimentar. É melhor, menos preguiçoso e mais saudável.

    Brian M Harman, gerente de negócios da Hallmark

  • 4. Reserve intervalos na agenda

    É fácil tomar um café rápido quando você está no escritório, porque, se as pessoas não o encontram na sua mesa, retornam depois. O trabalho remoto faz com que o funcionário se sinta culpado por fazer pausas, pois o outro lado pode pensar que ele não está trabalhando duro o suficiente. Bloqueie sua agenda durante o almoço e nos intervalos necessários para que as pessoas saibam quando você estará ausente. Depois, então, aproveite essas pausas!

    Marina Cvetkovic, The Peak Alliance

  • 5. Faça suas calls caminhando

    Cada vez mais retiros de liderança são realizados fora do escritório e em movimento. O exercício não apenas é bom, como cria um fluxo sanguíneo maior, o que ajuda a pensar, além de envolver os gânglios linfáticos, responsáveis pelo relaxamento. Tente realizar pelo menos uma chamada de conferência (sem vídeo), enquanto estiver caminhando fora de casa. Você ficará realmente feliz por ter feito isso, assim como seu interlocutor do outro lado da linha.

    John Hittler, Evoking Genius

  • 6. Trabalhe remotamente — mas fora de casa

    Como alguém que faz home office, preciso agendar reuniões fora de casa com frequência. Recentemente, comecei a experimentar com alguns clientes uma estratégia de “coach e caminhada” — sessão de coach conduzida durante um passeio ou exercício. Isso traz clareza para o cliente e eu posso realizar meu trabalho ao ar livre. Também comecei a usar o Google Mini para me alertar quando devo fazer uma pausa de 10 a 15 minutos para exercícios.

    Daisy Wright, a solução da carreira de Wright

  • 7. Marque presença

    O trabalho remoto pode fazê-lo se sentir em uma ilha. E estar cara a cara com outras pessoas pode mantê-lo mais atento e afiado, menos relaxado. Em casa, o trabalho pode protegê-lo de muitas distrações, mas também prendê-lo em seu próprio universo, sozinho e às vezes isolado. Os melhores profissionais remotos marcam presença em one on ones, almoços e reuniões em pequenos grupos toda semana. O trabalho remoto pode ser extremamente benéfico, mas encontros e interações com outras pessoas pode ajudar a manter o equilíbrio.

    John M. O’Connor, Career Pro Inc.

  • 8. Ócio é bom para pensar no trabalho

    Todos precisam de um pouco de “tempo de imersão” para pensar no que acabou de fazer, está prestes a realizar ou deseja rever. Use esse tempo para sair da frente do computador e dar uma caminhada de 15 minutos. Se você andar a um ritmo razoável, poderá percorrer quase 1 quilômetro. Faça isso uma vez antes do almoço e outra depois dele. Use o tempo para pensar em algo que o deixe preocupado.

    Michael Robilotto, Mikethecoach.org

  • 9. Pratique o bloqueio de tempo

    Ao trabalhar em casa, você pode entrar em um modo de produtividade que iniba a prática de exercícios. Faça uso de um método de bloqueio de tempo como a Pomodoro — técnica divide a agenda em atividades com duração de 25 minutos e breves intervalos. Ao usar essa tática, você se lembrará de fazer suas pausas. Use-as para dar um passeio rápido, comer um lanche saudável ou simplesmente para limpar a mente. Isso o ajudará a relaxar os músculos e a interromper esforços excessivos que podem deixá-lo menos disposto ao final do dia.

    Tony Mickle, treinador da Big Box

  • 10. Interrompa-se para se concentrar

    Às vezes, ficamos tão presos às nossas tarefas que, quando percebemos, já se passaram horas desde que nos movimentamos pela última vez. Interrompa-se! Programe alarmes a cada 25 ou 55 minutos. Concentre-se em uma prioridade. Quando o despertador tocar, levante-se e faça algo diferente — dê um passeio, converse com um amigo, pense em algo legal. Assim, seu cérebro e corpo ficam atualizados e seu poder de concentração para a próxima atividade será muito maior!

    Sandi Mitchell, maestria de liderança da APEX

1. Tenha equipamentos de exercício por perto

Além de definir horários para caminhar ou subir escadas, é útil deixar pesos de mão, faixas elásticas de resistência, colchonetes, barras flexíveis e cadeiras prontamente visíveis ou pelo caminho. Dessa forma, quando você fizer uma pausa, pode pegar os pesos e fazer repetições para os braços, ou investir em flexões e exercícios para as pernas, usar as faixas de resistência e, com frequência, trabalhar sua força por alguns minutos longe do computador.

Joanne Markow, GreenMason

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).