101ª a 120ª posições

Lurdete Ertel
Apresentado por:johnnie-walker-blue-label-logo-vector
16 de dezembro de 2022     Atualizado há 1 ano
Compartilhe esta publicação:
  • Renato Monteiro dos Santos

    R$ 3,55 bilhões, queda de patrimônio
    Caiu na lista

    Idade: ND
    Nascimento: SP
    Origem do patrimônio: BTG Pactual

    Santos é um dos sócios da BTG Pactual Holding, controladora do banco BTG, com cerca de 68% dos ativos. Vice-presidente ao lado de Antônio Carlos Canto Porto Filho, ele iniciou a carreira no BTG como trader em 1997 e se tornou sócio em 2001.

  • Marcelo Rodolfo Hahn

    R$ 3,52 bilhões, queda de patrimônio
    Caiu na lista

    Idade: 53 anos
    Nascimento: SP
    Origem do patrimônio: Blau Farmacêutica

    O empresário paulista é fundador e dono da Blau Farmacêutica, que fez seu IPO na B3 em abril de 2021. Criada em 1987, a empresa é uma das principais indústrias farmacêuticas da América Latina, focada na produção de medicamentos de alta complexidade para o segmento hospitalar. Antes de começar a produzir remédios, Hahn teve uma companhia de importação de preservativos com a marca Preserv. O empresário também é um conhecido patrocinador e piloto de automobilismo.

  • Chaim Zaher e Família

    R$ 3,5 bilhões, aumento de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: 68 anos
    Nascimento: Líbano / nat. brasileiro
    Origem do patrimônio: SEB

    Um dos pioneiros na educação particular no Brasil, Chaim é fundador do SEB (Sistema Educacional Brasileiro). Em 2010, ele vendeu as marcas Dom Bosco, Pueri Domus, Name e COC para a britânica Pearson por R$ 888 milhões. Três anos depois, vendeu a rede de ensino superior UniSEB para o grupo Estácio, por R$ 615 milhões, e se tornou o principal acionista do novo grupo. Em 2017, no entanto, ele decidiu recomprar o grupo Pueri Domus, adquirir a operação da rede canadense Mapple Bear no Brasil e vender sua participação na Estácio, hoje parte do grupo Cogna.

  • Carlos Wizard Martins e Família

    R$ 3,4 bilhões, aumento de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: 65 anos
    Nascimento: PR
    Origem do patrimônio: Grupo Multi

    Em 2013, Carlos vendeu as ações do seu grupo Multi (formado por dez redes de escolas de idiomas e profissionalizantes, como Yázigi e Wizard) para o grupo britânico Pearson. O negócio rendeu a ele R$ 1,32 bilhão. Após seis meses, acertou a compra de 10% da Mundo Verde, maior rede de lojas de produtos orgânicos e naturais da América Latina. Em 2016, trouxe ao Brasil a norte-americana Taco Bell. Dois anos mais tarde, adquiriu as operações da Pizza Hut e do KFC. Voltou ao mundo da educação em 2017, com a compra de 35% da Wiser, dona das redes NumberOne e WiseUp, de Flávio Augusto.

  • Hermes Gazzola

    R$ 3,4 bilhões, aumento de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: 64 anos
    Nascimento: RS
    Origem do patrimônio: Puras

    Depois de transformar um restaurante familiar em uma das maiores empresas de refeições coletivas do Brasil, Gazzola vendeu 100% da Puras ao grupo francês Sodexo, por R$ 1,2 bilhão, em 2011. Desde então, esse patrimônio é gerenciado pelo fundo Puras FO, com investimentos nos mercados financeiro e imobiliário e em empresas de consumo, gás e infraestrutura.

  • Apresentado por:johnnie-walker-blue-label-logo-vector
  • David Gary Neeleman

    R$ 3,35 bilhões, queda de patrimônio
    Caiu na lista

    Idade: 62 anos
    Nascimento: SP
    Origem do patrimônio: Azul

    Fundador e principal acionista da Azul Linhas Aéreas no Brasil, Neeleman também é sócio da companhia portuguesa TAP. Além da Azul, o empresário já fundou outras cinco companhias aéreas: Morris Air, WestJet, JetBlue e Breeze Airlines, todas na América do Norte.

  • José Janguiê Bezerra Diniz

    R$ 3,3 bilhões, aumento de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: 58 anos
    Nascimento: PB
    Origem do patrimônio: Ser Educacional

    É fundador da Ser Educacional, de Recife (PE). A companhia abriu capital na bolsa brasileira em 2013 e, desde então, tem investido em novos mercados. Janguiê é grande investidor imobiliário e em startups.

  • Ricardo Villela Marinho

    R$ 3,3 bilhões, queda de patrimônio
    Caiu na lista

    Idade: 48 anos
    Nascimento: SP
    Origem do patrimônio: Itaú Unibanco

  • Rodolfo Villela Marinho

    R$ 3,3 bilhões, queda de patrimônio
    Caiu na lista

    Idade: 47 anos
    Nascimento: SP
    Origem do patrimônio: Itaú Unibanco

    Ricardo e Rodolfo são filhos de Milu Villela, neta do banqueiro que ergueu o Itaú. Os irmãos dividiam com a mãe o controle da Rudric, uma das grandes acionistas do banco até 2017, mas Milu cedeu as
    ações aos filhos e deixou a lista.

  • Jairo Santos Quartiero e Família

    R$ 3,27 bilhões, queda de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: 73 anos
    Nascimento: RS
    Origem do patrimônio: Camil Alimentos

    A família Quartiero controla a Camil Alimentos, maior beneficiadora de arroz e feijão da América Latina. A empresa tem no porftólio marcas famosas, como Açúcar União e Coqueiro. Desde 2018, também é dona da SLC Alimentos.

  • Apresentado por:johnnie-walker-blue-label-logo-vector
  • Dora Voigt de Assis

    R$ 3,22 bilhões, queda de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: ND
    Nascimento: SC
    Origem do patrimônio: WEG

  • Lívia Voigt

    R$ 3,22 bilhões, queda de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: ND
    Nascimento: SC
    Origem do patrimônio: WEG

    Dora e Lívia Voigt herdaram parte das ações detidas pela mãe, Valsi Voigt, na WEG. Elas são netas do empresário Werner Ricardo Voigt, um dos fundadores da gigante catarinense de motores.

  • Samuel Barata e Família

    R$ 3,15 bilhões, queda de patrimônio
    Caiu na lista

    Idade: 91 anos
    Nascimento: PA
    Origem do patrimônio: DPSP

    O empresário Samuel Barata comprou a centenária cadeia de farmácias Pacheco nos anos 1970. A empresa se tornou a maior rede do Rio de Janeiro e, em 2011, fundiu-se com a Drogaria São Paulo, criando a DPSP. São cerca de 1.200 lojas em dez estados. Ele é o dono da maior fatia do conglomerado que tem como sócios integrantes da família Carvalho, ex-controladora da DSP.

  • Eduardo Voigt Schwartz

    R$ 3,13 bilhões, queda de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: ND
    Nascimento: SC
    Origem do patrimônio: WEG

  • Mariana Voigt Schwartz Gomes

    R$ 3,13 bilhões, queda de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: ND
    Nascimento: SC
    Origem do patrimônio: WEG

    Filhos de Miriam Schwartz Voigt, Mariana e Eduardo se tornaram titulares de parte das ações detidas pela mãe na WEG.

  • Apresentado por:johnnie-walker-blue-label-logo-vector
  • Lia Maria Aguiar

    R$ 3,1 bilhões, queda de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: 84 anos
    Nascimento: SP
    Origem do patrimônio: Bradesco

    Filha do banqueiro Amador Aguiar (1904- 1991), Lia é acionista do Bradesco, por meio da holding Cidade de Deus. Sem filhos, anunciou que deixará sua fortuna para a fundação que leva seu nome, criada em 2008 em Campos do Jordão (SP). Será a maior doação já feita por uma pessoa física no Brasil.

  • Jaimes Almeida Junior e Família

    R$ 3 bilhões, aumento de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: 64 anos
    Nascimento: SC
    Origem do patrimônio: Almeida Junior

    O empresário é dono da Almeida Junior, que tem seis shoppings em Santa Catarina, o que faz o grupo líder do setor no estado, com 70% do mercado. Devido à crise econômica que veio com a pandemia, a Almeida Junior cancelou em 2021 o lançamento de ações na bolsa.

  • Natale Dalla Vecchia e Família

    R$ 3 bilhões, queda de patrimônio
    Caiu na lista

    Idade: 86 anos
    Nascimento: MG
    Origem do patrimônio: Lojas CEM

    Natale é sócio-diretor e filho do fundador das Lojas CEM, Remigio Dalla Vecchia. Seu Gino, como é conhecido, iniciou a trajetória de uma das maiores redes varejistas do país com uma oficina de conserto de bicicletas ao lado da esposa, Nair, em 1952, em Salto (SP), onde até hoje fica a sede da companhia.

  • Marcos Molina dos Santos

    R$ 2,95 bilhões, queda de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: 52 anos
    Nascimento: SP
    Origem do patrimônio: Marfrig

    Marcos Molina dos Santos é o acionista controlador da Marfrig Global Foods, segunda maior empresa de carne bovina, em capacidade, do mundo. Ele divide o controle da companhia com a esposa, Márcia Marçal dos Santos. Em 2021, a Marfrig protagonizou uma das operações mais ousadas do mercado brasileiro, que foi a compra de cerca de 30% das ações da concorrente BRF.

  • Graziela Lafer Galvão

    R$ 2,85 bilhões, queda de patrimônio
    Subiu na lista

    Idade: 83 anos
    Nascimento: SP
    Origem do patrimônio: Klabin / RaiaDrogasil

    A filha do empresário e diplomata Horácio Lafer é uma das maiores acionistas individuais da produtora de papéis Klabin, ao lado do sobrinho, também chamado Horácio Lafer. Por meio da GL Participações, detém fatia acionária relevante na RaiaDrogasil, principal rede de farmácias do país, graças à antiga participação na Drogasil.

Compartilhe esta publicação: