Net Zero: entenda como utilizar créditos de carbono florestais na sua estratégia

A Biofílica Ambipar Environment tem a estratégia ideal para ajudar a sua empresa a estar por dentro das metas de emissão de gases do efeito estufa.

Brand Voice Ambipar
Compartilhe esta publicação:
Heider Torres
Heider Torres

A compensação de carbono pode ser feita por meio de projetos REDD+ e AR

Acessibilidade


A redução das taxas de emissão de gases do efeito estufa (GEE) é o primeiro passo para a contenção do aquecimento global. Por isso, saem na frente as empresas que se posicionam em combater as mudanças climáticas ao assumirem uma meta Net Zero, uma estratégia para se chegar a um nível de equilíbrio em que emissões antropogênicas na atmosfera são equivalentes às que são removidas, chegando a um total líquido zero. A Biofílica Ambipar Environment é uma empresa brasileira focada na conservação de florestas a partir da comercialização de serviços ambientais, trabalhando para a neutralização dos gases causadores do efeito estufa.

O uso dos chamados serviços da natureza é a forma de remover as emissões de carbono da atmosfera. Também conhecidas como NbS (Nature-based Solutions, termo em inglês que significa soluções vindas da natureza), elas são ações protegem, gerenciam e restauram ecossistemas naturais de forma sustentável, levando em consideração as complexidades e o bem-estar humano e da biodiversidade.

Um primeiro passo para atingir a meta Net Zero é medir e reduzir o carbono da própria empresa, seja no seu consumo direto ou na sua cadeia produtiva. Além disso, é importante estabelecer metas intermediárias para se chegar à redução de 90% de emissões até 2050 e poder ser considerado Net Zero.

De acordo com o New Climate Institute, apenas 8% de 1.565 companhias em todo o mundo com objetivos de Net Zero têm metas intermediárias robustas. No Brasil, apenas 19 empresas estão comprometidas com essa iniciativa, o que significa que ainda há espaço para evoluir no combate às mudanças climáticas.

Heider Torres
Heider Torres

Nature-based Solutions (NbS) são ações para proteger, gerenciar e restaurar ecossistemas

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Empresas que não conseguem reduzir suas emissões podem fazer a compensação por meio de inciativas que removam ou contenham a emissão de carbono. É aí que entram as NbS. Elas podem fornecer 37% de redução de emissões globais de maneira efetiva até 2030, resultando em 66% de chances de o aumento da temperatura média global ficar abaixo de 2º C.

As florestas, além de conservarem a biodiversidade, têm uma capacidade incomparável de armazenamento de carbono. É por isso que a compra de créditos de carbono provenientes da conservação florestal (REDD+) ou do reflorestamento (AR – Afforestation/Reforestation) é uma solução internacionalmente reconhecida para neutralizar emissões mais difíceis de abater.

O que é REDD+?

Os créditos de carbono de conservação florestal (REDD+) são gerados por meio de ações de combate ao desmatamento e à degradação florestal combinados com atividades sociais, de clima e biodiversidade.

Suas principais vantagens são o fato de os créditos serem verificados e auditados de atividades que já ocorreram, o rápido processo de entrega, o maior potencial e escala de geração de neutralização, além do estímulo à economia da floresta em regiões de baixo desenvolvimento econômico.

O que é AR?

Os créditos de carbono de reflorestamento (AR) são gerados de duas maneiras: pelo plantio de árvores em áreas onde não havia floresta (afforestation) e em áreas onde houve desmatamento (reforestation), criando ou regenerando uma nova floresta.

As vantagens desses projetos são que os créditos de carbono são provenientes de remoção (absorção) de carbono da atmosfera, há uma maior geração de empregos diretos para a produção e o plantio das mudas e eles podem ser aplicados em qualquer bioma.

Empresas que buscam a sustentabilidade devem compor uma estratégia de investimentos em projetos de conservação de ecossistemas aliada a projetos de remoção de carbono. Os recursos destinados à manutenção de ecossistemas são essenciais pois criam incentivos positivos para a produção agroextrativista sustentável e a geração de renda.

Conheça a Biofílica Ambipar Environment

Líder no desenvolvimento de projetos de carbono florestal no Brasil, todos os projetos REDD+ da Biofílica Ambipar Environment são certificados pelo VCS (Verified Carbon Standard) e também têm o selo CCB (Climate Community and Biodiversity Standard), que quantifica os benefícios à comunidades e à biodiversidade. Mais de 5 milhões de toneladas de VCUs (Unidades de Carbono Certificadas, do termo em inglês Verified Carbon Units) já vieram de seus projetos. Desse total, em torno de 4,2 milhões foram comercializados para mais de 100 clientes, sendo cerca de 70 no Brasil e mais de 40 internacionais. Além disso, esses projetos estão alinhados com os ODS (Objetivos de Desenvolvimento Sustentável) da Agenda 2030 da ONU.

O reconhecimento também veio em forma de prêmios. A empresa foi 4 vezes campeã do EF Annual Voluntary Carbon Market Rankings na categoria “The Best Project Developer, Forest and Land use”, oferecido pela Environmental Finance, principal veículo de comunicação de mercados de ativos ambientais em todo o mundo.

* Brand Voice é de responsabilidade exclusiva dos autores e não reflete, necessariamente, a opinião da FORBES Brasil e de seus editores.

Compartilhe esta publicação: