Bolsonaro confirma Queiroga como novo ministro da Saúde

Ueslei Marcelino/Reuters
Ueslei Marcelino/Reuters

O presidente Jair Bolsonaro disse que a nomeação de Queiroga vai estar no Diário Oficial amanhã (16)

O presidente Jair Bolsonaro confirmou na noite de hoje (15) a apoiadores que escolheu o médico cardiologista Marcelo Queiroga para ser o novo ministro da Saúde em substituição ao general Eduardo Pazuello.

“Foi decidido agora à tarde a indicação do médico Marcelo Queiroga para o Ministério da Saúde“, disse Bolsonaro.

LEIA MAIS: Fiocruz busca antecipar em até 100 dias produção local de vacina da AstraZeneca

“A conversa foi excelente, já o conhecia há alguns anos, então não é uma pessoa que tomei conhecimento há poucos dias e tem tudo para fazer um bom trabalho dando prosseguimento em tudo que Pazuello fez até hoje”, reforçou ele, em fala transmitida pelas redes sociais.

Segundo Bolsonaro, Marcelo Queiroga –que é presidente da Sociedade Brasileira de Cardiologia— vai trabalhar em programas para “cada vez mais para diminuir o número de pessoas que venham a óbito por essa doença que se abateu no mundo todo”.

“Vale lembrar que o Brasil é o quinto país que mais vacina no mundo em número absoluto. Então, o trabalho do Pazuello foi muito bem feito, a parte de gestão foi bem feita por ele e agora vamos partir para uma parte mais agressiva no combate ao vírus”, completou.

O presidente disse ainda que a nomeação de Queiroga vai estar no Diário Oficial amanhã (16) e a transição vai demorar de uma a duas semanas. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).