Seis maneiras de acabar com sua startup

Não ter uma relação sólida com seu parceiro de trabalho e distrair-se com reuniões e eventos do mercado são erros comuns e fáceis de serem evitados.

Compartilhe esta publicação:

Startups são conhecidas pela montanha-russa de emoções; em um dia você está no topo do mundo, mas as coisas mudam rapidamente. Existem diversas maneiras de prejudicar sua empresa, e a pior delas é não prestando atenção nesses detalhes.

Acessibilidade


Conheça a seguir seis maneiras de acabar com sua startup e o que fazer para que isso seja evitado:

  • Os cofundadores se encontraram por acaso e não se conhecem bem

    Escolha muito cuidado quem irá escolher para comandar a empresa com você.

    Esta relação será testada diversas vezes durante anos, e se vocês não tiverem uma base sólida, a companhia irá sofrer as consequências.

  • A empresa não é dividida igualmente

    Isto geralmente acontece quando um dos fundadores já trabalhava no projeto há mais tempo que os outros; essa pessoa pode achar que tem mais direitos sobre a companhia. Pense em longo prazo, e não em um período curto como um ano.

    Uma divisão 60/40 já é o suficiente para evitar discussões e brigas de poder desnecessárias.

    Inscreva-se para receber a nossa newsletter
    Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
  • Distrair-se com os inúmeros eventos, reuniões e encontros

    Nos primeiros estágios, o aspecto mais importante é desenvolver a ideia e criar um produto que as pessoas queriam usar. Um erro deste período inicial é não pensar nisso. Um erro maior ainda é distrair-se nesse processo – há dezenas de coisas que os fundadores podem fazer, mas que acabam não tendo relação nenhuma com o produto. Não se prenda aos inúmeros eventos e reuniões envolvidos do percurso.

  • Fique atento às propostas

    Muitas startups recebem propostas de empresas maiores para compra-las e investir, mas fique atento: na maioria das vezes, essas companhias grandes querem adquirir as menores para modifica-las e ditarem seu futuro.

  • Estar despreparado para as variações do mercado

    Startups são conhecidas pela montanha-russa de emoções; em um dia você está no topo do mundo, mas as coisas mudam rapidamente. Entenda que você irá lidar com algum nível de rejeição, mas não deixe isto te desanimar em relação ao panorama geral.

  • Gastar todo o orçamento

    No início, é essencial saber fazer sua empresa funcionar com o mínimo de dinheiro possível; é a única maneira de aumentar seu tempo e as chances de ser financiado. Se você gastar todo o seu orçamento antes de conseguir algo, será difícil manter a empresa de pé.

Os cofundadores se encontraram por acaso e não se conhecem bem

Escolha muito cuidado quem irá escolher para comandar a empresa com você.

Esta relação será testada diversas vezes durante anos, e se vocês não tiverem uma base sólida, a companhia irá sofrer as consequências.

Compartilhe esta publicação: