Braskem faz acordo de R$ 400 milhões com Veolia para reduzir emissões de gases de efeito estufa

Contrato estima a compra de vapor produzido com biomassa e a construção de um parque industrial e agroflorestal.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Peter Andrews/Reuters
Peter Andrews/Reuters

A Braskem quer cortar emissões de CO2 em 15% até 2030 e ser carbono neutro até 2050

Acessibilidade


A petroquímica Braskem disse hoje (15) que assinou um contrato com a Veolia Brasil para a aquisição de vapor produzido através de biomassa por 20 anos a partir de 2024, o que deve permitir à empresa reduzir emissões de gases de efeito estufa.

O investimento total é estimado em R$ 400 milhões e envolve desembolsos da Braskem e da Veolia, já que o projeto contempla a construção de um parque industrial e agroflorestal em Alagoas pela companhia francesa e investimentos pela Braskem para adaptações operacionais em suas unidades industriais na região.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Com o acordo, a Braskem projeta reduzir emissão de gases de efeito estufa em cerca de 150 mil toneladas por ano, o que equivale a 30% das emissões da petroquímica em Alagoas em comparação a 2020, segundo comunicado.

A empresa tem como metas cortar emissões de CO2 em 15% até 2030 e ser carbono neutro até 2050.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.
Compartilhe esta publicação: