Vendas globais de chips batem recorde em 2021 e setor prevê crescimento 8,8% em 2022

 Foi o primeiro ano desde 2018 em que o número de semicondutores vendidos ultrapassou 1 trilhão.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Yuya Shino/Reuters
Yuya Shino/Reuters

A China continua sendo o maior mercado individual de chips, com vendas totalizando US$192,5 bilhões em 2021

Acessibilidade


A SIA (Associação das Indústrias de Semicondutores) disse hoje (14) que as vendas globais de chips atingiram um faturamento recorde em 2021 de US$555,9 bilhões, aumento de 26,2% no ano. A entidade também previu um crescimento de 8,8% para 2022.

“Ainda está com uma tendência muito forte para o aumento da demanda. Simplesmente não teremos esse efeito de estilingue que tivemos na pandemia”, disse o presidente-executivo da SIA, John Neuffer, sobre o crescimento muito mais lento projetado para 2022.

As vendas em 2020 cresceram 6,8% em relação ao ano anterior, enquanto 2021 foi o primeiro ano desde 2018 em que o número de chips vendidos ultrapassou 1 trilhão, disse ele.

Enquanto os principais fabricantes de semicondutores, como TSMC, Samsung e Intel, anunciaram dezenas de bilhões de dólares em investimentos para novas fábricas no ano passado, Neuffer disse que a tendência de digitalização acelerada pela pandemia continuará a aumentar a demanda.

VEJA TAMBÉM: Falta de chips não tem prazo para acabar, diz diretora da Intel

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

“Achamos que no futuro próximo haverá muita demanda para termos construção de fábricas muito, muito acelerada”, disse Neuffer.

Em 2021, 1,15 trilhão de semicondutores foram vendidos, com o maior crescimento entre os chips auto-grade que podem suportar calor e outros desafios físicos, disse Neuffer. As vendas para esse segmento aumentaram 34% em relação ao ano anterior, para 26,4 bilhões de dólares, enquanto as vendas unitárias subiram 33%, disse ele.

A China continua sendo o maior mercado individual de semicondutores, com vendas totalizando US$192,5 bilhões em 2021, um aumento de 27,1%, disse a SIA.

Compartilhe esta publicação: