Fechamento da venda da Oi Móvel deve ocorrer em 20 de abril

Telefônica Brasil, Claro e TIM ganharam direito aos ativos da empresa no final de 2020.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
SOPA Images/Getty Images
SOPA Images/Getty Images

Venda de ativos da Oi Móvel deve ser concluída no dia 20 de abril

Acessibilidade


A Oi disse hoje que a venda dos ativos de telefonia móvel às rivais Telefônica Brasil, TIM e Claro deve ser concluída em 20 de abril.

A Oi afirmou que já houve troca entre as partes de notificações confirmando o cumprimento ou dispensa de todas as condições precedentes e que, nos próximos dias, será dada continuidade aos procedimentos necessários ao fechamento da operação.

Telefônica Brasil, Claro e TIM ganharam direito aos ativos da empresa no final de 2020, com uma oferta conjunta de R$ 16,5 bilhões, em um leilão que contou apenas com a oferta do grupo. O negócio passou pelo crivo de reguladores incluindo a Agência Nacional de Telecomunicações e o Conselho Administrativo de Defesa Econômica.

A Oi ainda afirmou que, em função da perspectiva do fechamento da operação, iniciou uma oferta pública de aquisição de todas as notes com garantia sênior e vencimento em 2026.

A oferta, que será encerrada em 20 de abril, segundo comunicado paralelo ao mercado, está condicionada ao fechamento da operação, já que os recursos líquidos obtidos com a venda de ativos serão utilizados para consumar a recompra, segundo a Oi.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O montante principal agregado da recompra é de US$ 880 milhões, de acordo com a empresa.

Compartilhe esta publicação: