Via espera que margens futuras fiquem próximas ao nível do 1º tri

O presidente da Via, Roberto Fulcherberguer, afirmou que a companhia teve no período do Dia das Mães "o melhor período de vendas" desde 2018.

Reuters
Compartilhe esta publicação:

Divulgação

Acessibilidade


O grupo de varejo e comércio eletrônico Via (VIIA3) tem registrado forte movimento de vendas neste início de maio e avalia que as margens de lucro obtidas no primeiro trimestre devem se manter nos próximos meses, apesar das pressões de custos e da concorrência acirrada.

A companhia, dona das bandeiras Casas Bahia e Ponto, divulgou na noite da véspera alta de 36,5% no lucro operacional do primeiro trimestre sobre um ano antes e manteve expectativas divulgadas no final do ano passado sobre desembolsos para pagamento de processos trabalhistas.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Analistas do Itaú BBA liderados por Thiago Macruz avaliaram o resultado como “ligeiramente positivo” e consideraram a margem de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda), de 10,2%, melhor que a esperada, impulsionada por reduções de 13% nas despesas gerais e administrativas.

Em conferência com analistas, o presidente da Via, Roberto Fulcherberguer, afirmou que a companhia teve no período do Dia das Mães “o melhor período de vendas” desde 2018, confirmando tendências de crescimento no fluxo de clientes em lojas físicas.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O executivo afirmou ainda que a companhia tem expectativa de elevar sua carteira de crédito ao longo do ano, aproveitando do momento de restrição da renda dos consumidores por conta de inflação e alta de juros.

“Este patamar de margem que temos hoje é compatível com o cenário de concorrência e não esperamos deterioração”, disse Fulcherberguer. “A expectativa para os trimestres seguintes é de margens próximas ao nível do primeiro trimestre”, acrescentou.

Compartilhe esta publicação: