Ação da Braskem cai após corte em imposto de importação de resinas

O corte foi feito via inclusão dos produtos na lista de exceções à Tarifa Externa Comum do Mercosul

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Peter Andrews/Reuters

Ação da Braskem cai após corte em imposto de importação de resinas

Acessibilidade


As ações da Braskem caíam na manhã de hoje (4) na Bolsa paulista, após a empresa dizer que a redução de imposto de importação de alguns produtos petroquímicos impactará negativamente seus números no Brasil.

Às 10h34, os papéis PNA da Braskem recuavam 2,2%, a R$ 33,80, a maior queda do Ibovespa, que subia 1,1%.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Na noite da véspera, a Câmara de Comércio Exterior, vinculada ao Ministério da Economia, anunciou a redução do imposto de importação para cinco insumos industriais, incluindo resinas plásticas.

O corte foi feito via inclusão dos produtos na lista de exceções à Tarifa Externa Comum do Mercosul.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O órgão disse em comunicado que a redução tarifária levou em consideração problemas de abastecimento em certas cadeias produtivas e aumentos nos custos dos insumos.

O governo vem realizando nos últimos meses cortes em diversas alíquotas de importação na tentativa de reduzir preços em geral.

A Braskem destacou em fato relevante nesta quinta-feira que três produtos da companhia foram impactados: copolímeros de etileno e alfa-olefina, resina PVC-S e resina PP.

As alíquotas de importação caíram de 11,2% para 4,4% no caso das duas resinas, e a 3,3% para os copolímeros.

A companhia disse que a redução, em vigor a partir de sexta-feira e com vigência de um ano, impactará negativamente seus resultados no Brasil, mas não detalhou em qual magnitude. A Braskem ainda afirmou que avaliará as implicações dos cortes, “incluindo a revisão e planos de investimentos operacionais e estratégicos no país”.

A empresa também rebateu o argumento de escassez, dizendo que “atualmente não há indicativos de falta de produto” no mercado brasileiro.

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: