Eletrobras traz de volta ex-CEO e elege novo presidente do conselho

Atual presidente-executivo, Rodrigo Limp, permanecerá na empresa como diretor de Regulação e Relações Institucionais

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Logo da Eletrobras em fundo petro
REUTERS/Brendan McDermid

Ferreira assumirá o cargo em 20 de setembro, retornando ao cargo que já ocupou de 2016 a 2021

Acessibilidade


O novo Conselho de Administração da Eletrobras elegeu ontem (5) o ex-presidente-executivo Wilson Ferreira Júnior para retornar ao cargo e o ex-CEO da Petrobras Ivan Monteiro como presidente do colegiado, disse a empresa em um comunicado.

Acionistas também nomearam na sexta-feira um novo conselho de administração para a empresa recém-privatizada.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Ferreira assumirá o cargo em 20 de setembro, retornando ao cargo que já ocupou de 2016 a 2021.

O atual presidente-executivo, Rodrigo Limp, permanecerá na empresa como diretor de Regulação e Relações Institucionais.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Ferreira havia deixado a Eletrobras no início de 2021, depois de ver o processo de privatização da empresa perder força, dizendo na época que o mesmo havia sido adiado pela pandemia e paralisado no Congresso.

O governo, no entanto, conseguiu privatizar a maior empresa de geração e transmissão de energia da América Latina no início deste ano em um negócio de 33,68 bilhões de reais, que abriu o caminho para o retorno de Ferreira ao seu antigo posto.

O movimento representa um novo começo para Ferreira, que assumiu o comando da Eletrobras pela primeira vez em 2016, indicado pelo ex-presidente Michel Temer para acompanhar o processo de privatização desde seus primeiros passos.

Ele manteve o cargo sob o presidente Jair Bolsonaro, mas deixou a gigante de energia elétrica no ano passado para liderar a distribuidora de combustíveis Vibra Energia, pois sentiu que a operação para a privatização não seria bem-sucedida.

Rumores de seu retorno à Eletrobras circulavam desde que ele renunciou ao cargo na Vibra no mês passado.

“Os mercados devem ver isso como positivo”, disse o Credit Suisse no mês passado. “(Ferreira) foi CEO de 2016-2021 e iniciou a transformação da empresa, então a implementação de um novo plano de eficiência poderia ser mais rápida.”

>> Inscreva-se ou indique alguém para a seleção Under 30 de 2022

Compartilhe esta publicação: