Alta demanda por açúcar leva Rússia a simplificar procedimentos de importação

O país proibiu exportações até 31 de agosto e isentará de impostos as importações de 300 mil toneladas de açúcar e açúcar bruto.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Emmanuel Foudrot/Reuters
Emmanuel Foudrot/Reuters

Alta demanda interna de açúcar da Rússia acontece depois que residentes começaram a estocar produtos básicos com a invasão do país à Ucrânia

Acessibilidade


O Ministério da Agricultura da Rússia simplificou os procedimentos para obter licenças para importações de açúcar branco após um salto na demanda doméstica, disse em comunicado hoje (24).

Muitos russos correram para comprar açúcar e outros produtos básicos depois que as sanções ocidentais impostas à Rússia pelo que Moscou chama de “uma operação militar especial” na Ucrânia elevaram os preços dos alimentos em março.

VEJA TAMBÉM: Nestlé vai suspender oferta de parte dos produtos na Rússia

As autoridades disseram repetidamente às pessoas que não há necessidade de estocar produtos alimentícios.

O Ministério da Agricultura exigirá menos documentos de empresas dispostas a importar açúcar branco para a Rússia, disse hoje.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A Rússia proibiu as exportações de açúcar até 31 de agosto e estabeleceu uma cota isenta de impostos para as importações de 300.000 toneladas de açúcar e açúcar bruto como parte das medidas que espera aliviar a inflação doméstica de alimentos.

Essas medidas, juntamente com um aumento planejado na área de semeadura de beterraba do país em 2022 para 1,1 milhão de hectares, aumentarão a oferta doméstica, disseram autoridades este mês.

Um navio com 44.000 toneladas de açúcar bruto já chegou à Rússia como parte da cota isenta de impostos, e o produto será entregue às refinarias em breve, informou o Ministério da Agricultura nesta quinta-feira.

A Rússia deve produzir mais de 6 milhões de toneladas de açúcar este ano e aumentar a área de semeadura de beterraba em 70.000 hectares, disse o sindicato russo de produtores de açúcar em uma conferência online na quinta-feira. O país produziu 5,9 milhões de toneladas do produto em 2021.

Compartilhe esta publicação: