Relógio IWC do Pequeno Príncipe chega ao Brasil ao preço de R$ 1 milhão

Divulgação
Modelos em ouro duro e platina: grife suíça mantém parceria com a família de Saint-Exupéry desde 2005

Uma das mais tradicionais relojoarias suíças, a IWC trará ao Brasil dois lançamentos apresentados no mês passado no Salão Internacional de Alta Relojoaria, em Genebra. São as versões em platina e ouro duro do Big Pilot’s Watch Constant-Force Tourbillon Edition “Le Petit Prince” – desde 2005, a grife cria peças em colaboração com a família do piloto e escritor francês Antoine de Saint-Exupéry, autor do clássico “O Pequeno Príncipe”.

LEIA TAMBÉM: Terminou mal o meme da “Garota da Água Fiji”

O modelo é o primeiro da linha Pilot que tem turbilhão de força constante. Trata-se de um mecanismo que garante ainda mais precisão, pois compensa o efeito que a tensão da mola instalada dentro da caixa provoca ao longo do tempo. Seriam necessários 577,5 anos para que o relógio atrasasse um dia. A caixa de ouro duro tem esse nome porque o metal recebe um tratamento que o deixa de cinco a dez vezes mais resistente. Foram fabricadas apenas dez unidades desse.

É um relógio emblemático, muito procurado por admiradores da marca nas lojas ao redor do mundo. A previsão é que chegue à butique do JK Iguatemi em junho, e os preços serão de R$ 997 mil (caixa em ouro duro) e R$ 1.053.000 (platina). Ambos com mostrador azul, ponteiros banhados a ouro, pulseira em couro bovino marrom, vidro Safira, borda arqueada e revestimento antirreflexo dos dois lados.

Impossível dar um desses de presente e não se tornar eternamente responsável pela pessoa que cativa.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).