UBS tem resultado abaixo do esperado no 4º tri

O lucro líquido anual subiu para US$ 4,897 bilhões ante US$ 969 milhões em 2017

O UBS fez um alerta sobre um difícil início de 2019 depois de divulgar resultados do quarto trimestre pouco abaixo do esperado, em meio a condições de negócios que o presidente-executivo do banco suíço, Sergio Ermotti, descreveu como “historicamente duras”.

LEIA MAIS: UBS diz que é o momento dos mercados emergentes

O primeiro grande banco europeu a divulgar resultados de quarto trimestre afirmou que a atividade dos clientes no primeiro trimestre deste ano será afetada por “falta de progresso na solução de tensões geopolíticas, aumento do protecionismo e disputas comerciais junto com elevação da volatilidade”.

O UBS teve lucro antes de impostos de US$ 862 milhões no quarto trimestre, abaixo de expectativas de analistas, que esperavam em média US$ 985 milhões.

O banco, que administra mais de US$ 2 trilhões em recursos, teve queda de 22% no lucro antes de impostos no quarto trimestre na divisão de gestão de fortunas, uma vez que os clientes reduziram exposição a risco em suas carteiras, negociaram menos e elevaram suas posições de liquidez.

O lucro líquido anual subiu para US$ 4,897 bilhões ante US$ 969 milhões em 2017, quando o resultado foi impactado pela reforma tributária nos Estados Unidos.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).