Lava Jato investiga lavagem no Banco Paulista S.A

Sergio Moraes/Reuters
Foram expedidos 3 mandados de prisão contra altos funcionários do banco

A Polícia Federal e o Ministério Público Federal deflagraram hoje (8) a 61ª fase da operação Lava Jato, que investiga esquema de lavagem de dinheiro praticado por altos funcionários do Banco Paulista S.A., informaram as autoridades.

LEIA MAIS: Qual é o efeito da Lava Jato sobre os negócios no Brasil?

Foram expedidos três mandados de prisão contra funcionários de banco alvo da investigação, incluindo para o então diretor da área de operações de câmbio e o então diretor-geral da instituição na época dos crimes apurados, disse a PF em comunicado.

De acordo com a Polícia Federal, a instituição bancária “valia-se de posição privilegiada dentro da estrutura financeira do mercado para a viabilização de atividades ilícitas”.

A PF acrescentou que a operação marca a primeira vez que a Lava Jato cumpre mandados diretamente na sede de um banco.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).