EUA adiam tarifas mais altas sobre produtos da China

Leah Millis/Reuters
As tarifas irão subir de 25% para 30% sobre o valor dos bens chineses

O presidente norte-americano, Donald Trump, disse que os Estados Unidos concordaram em adiar, de 1º para 15 de outubro, o aumento das tarifas sobre US$ 250 bilhões de importações chinesas, “como um gesto de boa vontade” dentro da guerra comercial entre os países.

LEIA MAIS: Trump ordena que empresas dos EUA saiam da China

Trump disse que o adiamento foi “a pedido do vice-primeiro-ministro da China, Liu He, e devido ao fato de que a República Popular da China comemorará seu 70º aniversário”. As tarifas irão subir de 25% para 30% sobre o valor dos bens.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).