Ibovespa cai 1,5% com maior pessimismo sobre América Latina

Amanda Perobelli/Reuters
O Ibovespa caiu 1,49%, a 106.751,11 pontos

O principal índice da bolsa paulista caiu hoje (12), em meio a um cenário instável da América Latina que tem afastado investidores e com o mercado global também reagindo a novas declarações do presidente dos Estados Unidos, Donald Trump.

LEIA MAIS: Ibovespa vira e recupera patamar de 108 mil pontos

O Ibovespa caiu 1,49%, a 106.751,11 pontos. O giro financeiro da sessão somou R$ 18,9 bilhões.

O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, reafirmou que o país está perto de assinar a “fase um” de acordo comercial com a China, mas ressalvou que só aceitará um acordo se for bom para seu país e os trabalhadores dos EUA.

Para Raphael Guimarães, operador de renda variável da RJ Investimentos, a fala de Trump ficou em segundo plano para os investidores na bolsa paulista.

“O mau-humor no cenário doméstico se dá muito pela interferência da América Latina, o Brasil acaba sendo englobado como um país emergente e sofre com essa aversão à risco”, afirmou, completando que no curto prazo a volatilidade deve continuar em evidência no mercado acionário.

Seguindo a temporada de balanços, Equatorial e MRV devem divulgar resultados nesta terça-feira, com Cogna reportando seu desempenho trimestral antes da abertura do pregão na quarta-feira (13).

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).