Jorge Paulo Lemann está entre os dez bilionários que mais ganharam na última semana

div-fund-estudar
Bilionário brasileiro tem fortuna estimada em US$ 15 bilhões

Liderados pelo presidente e executivo-chefe da LVMH, Bernard Arnault, os dez maiores ganhadores do mundo adicionaram um total de US$ 33,6 bilhões ao patrimônio líquido nos sete dias que terminam na quinta-feira (28).

Parte do ganho veio depois que a União Europeia anunciou um pacote de estímulo de US$ 830 milhões (750 milhões de euros) muito esperado e acima das expectativas para a região na quarta-feira; as ações europeias dispararam como resultado. O índice Euronext 100, que inclui papéis da L’Oréal, LVMH e AB InBev –todas ligadas aos 10 maiores ganhadores da semana– subiu quase 6% na semana até quinta-feira, superando o ganho da S&P 500 de pouco menos de 3%

LEIA TAMBÉM: 25 bilionários mais ricos do mundo ganharam quase US$ 255 bilhões nos últimos dois meses

As ações da LVMH encerraram os sete dias em alta de 8%, e a fortuna de Arnault subiu US$ 8,1 bilhões, tornando o magnata dos bens de luxo um centibilionário mais uma vez, no valor de US$ 103,4 bilhões. Como a maioria dos ganhadores bilionários desta semana, no entanto, os ganhos de Arnault vieram na sequência de declínios recentes. Em meados de janeiro, o chefe dos artigos de luxo se tornou brevemente a pessoa mais rica do mundo (algumas vezes) e valendo US$ 117 bilhões quando as ações da LVMH atingiram o nível mais alto de todos os tempos. As ações foram atingidas quando a pandemia ocorreu, mas desde então se recuperaram.

Várias outras potências europeias de moda e bens de consumo também saltaram nesta semana, com o aumento do otimismo sobre as economias que reabrem, sustentando os estoques. Amancio Ortega, o segundo homem mais rico da Europa e o cofundador e ex-presidente da varejista de roupas Inditex Group, com sede na Espanha, é o segundo maior ganhador da semana. As ações da Inditex, controladora da cadeia Zara, subiram quase 10% desde a última quinta-feira, adicionando US$ 4,9 bilhões à fortuna de Ortega, que terminou na quinta-feira em US  65,7 bilhões. Da França, François Pinault, do conglomerado de luxo Kering e a herdeira da L’Oréal, Françoise Bettencourt Meyers, também estavam entre os 5 principais ganhadores, acrescentando US$ 3,2 bilhões e US$ 3 bilhões às suas fortunas, respectivamente.

Os ganhos acionários não se limitaram à Europa. As ações japonesas registraram uma série de vitórias de quatro dias depois que o governo do país anunciou na segunda-feira (25) que estava suspendendo seu estado de emergência induzido pelo coronavírus. O índice Nikkei, que acompanha 225 empresas negociadas na Bolsa de Valores de Tóquio, saltou quase 7% na semana até quinta-feira, e dois bilionários japoneses –incluindo o homem mais rico do Japão, Tadashi Yanai, fundador da Fast Retailing, controladora da Uniqlo– estão entre os maiores ganhadores desta semana. Embora ainda caiam cerca de 10% em relação aos máximos pré-pandêmicos, as ações da Fast Retailing, iniciadas por Yanai em 1963, subiram quase 12% nesta semana, e a fortuna do bilionário saltou US$ 2,8 bilhões. Ele agora vale US$ 27,9 bilhões.

A semana foi especialmente boa, inclusive para Takemitsu Takizaki, fundador da Keyence, com sede em Osaka, fabricante de sensores para automação de fábrica cujas ações conseguiram subir durante a pandemia. Elas estão sendo negociadas perto da máxima de todos os tempos, e Takizaki, que agora vale US$ 24,1 bilhões, se tornou US$ 2,1 bilhões mais rico.

Veja na galeria abaixo os dez bilionários que mais ganharam na última semana:

  • 1. Bernard Arnault

    Fortuna estimada: US$ 103,4 bilhões, ganho de US$ 8,1 bilhões
    País: França
    Fonte de riqueza: LVMH

  • 2. Amancio Ortega

    Fortuna estimada: US$ 65,7 bilhões, ganho de US$ 4,9 bilhões
    País: Espanha
    Fonte de riqueza: Zara

  • 3. Warren Buffett

    Fortuna estimada: US$ 72,8 bilhões, ganho de US$ 3,9 bilhões
    País: Estados Unidos
    Fonte de riqueza: Berkshire Hathaway

  • 4. François Pinault

    Fortuna estimada: US$ 35,6 bilhões, ganho de US$ 3,2 bilhões
    País: França
    Fonte de riqueza: Luxury Goods

  • 5.Françoise Bettencourt Meyers

    Fortuna estimada: US$ 57,2 bilhões, ganho de US$ 3 bilhões
    País: França
    Fonte de riqueza: L’oreal

  • 6. Tadashi Yanai

    Fortuna estimada: US$ 26,9 bilhões, ganho de US$ 2,8 bilhões
    País: Japão
    Fonte de riqueza: Varejo de moda

  • 7. Takemitsu Takizaki

    Fortuna estimada: US$ 24,1 bilhões, ganho de US$ 2,3 bilhões
    País: Japão
    Fonte de riqueza: Keyence

  • 8. Leonardo Del Vecchio

    Fortuna estimada: US$ 20,2 bilhões, ganho de US$ 1,8 bilhões
    País: Itália
    Fonte de riqueza: Luxottica

  • 9. Carlos Slim Helu

    Fortuna estimada: US$ 52,9 bilhões, ganho de US$ 1,8 bilhões
    País: México
    Fonte de riqueza: Telecom

  • 10. Jorge Paulo Lemann

    Fortuna estimada: US$ 15 bilhões, ganho de US$ 1,7 bilhões
    País: Brasil
    Fonte de riqueza: Cerveja

1. Bernard Arnault

Fortuna estimada: US$ 103,4 bilhões, ganho de US$ 8,1 bilhões
País: França
Fonte de riqueza: LVMH

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).