José Aurélio Drummond, CEO da BRF, renuncia ao cargo

José Aurélio Drummond, CEO da BRF, renuncia ao cargo (Getty Images)
José Aurélio Drummond, CEO da BRF, renuncia ao cargo (Getty Images)

José Aurélio Drummond Jr., CEO da BRF, renunciou ao cargo e será substituído interinamente por Lorival Nogueira Luz Jr.

O presidente-executivo da BRF, José Aurélio Drummond Jr., renunciou ao cargo hoje (23), às vésperas de uma assembleia de acionistas para mudar o conselho de administração tida como vital para o futuro da exportadora de carne de frango.

LEIA MAIS: Acionistas e Abilio fecham acordo para conselho da BRF

O diretor financeiro e de relações com investidores da BRF, Lorival Nogueira Luz Jr., foi nomeado pelo conselho de administração para acumular o cargo interinamente.

Drummond, que também vai deixar o conselho, assumiu o comando da BRF em dezembro passado, no lugar de Pedro Faria, em meio a uma crise profunda na gigante de alimentos.

O movimento acontece depois que os principais acionistas da BRF, os fundos de pensão Petros e Previ e Tarpon, chegaram a um acordo na semana passada pela indicação de Pedro Parente, presidente-executivo da Petrobras, para chefiar o conselho de administração da companhia.

Se confirmado na presidência do conselho, Parente sucederá o empresário Abilio Diniz, que tem sido criticado pela crise vivida pela empresa. A BRF, que fechou 2017 com prejuízo líquido de R$ 1 bilhão, enfrenta um endividamento elevado e foi citada na operação Carne Fraca, da Polícia Federal.

A disposição inicial de acionistas da companhia era de que o primeiro escalão de executivos fosse mantido após a eleição do novo conselho, dado o entendimento de grandes acionistas de que as mudanças mais necessárias na empresa são de estratégia, de acordo com fontes ouvidas pela Reuters.

O novo conselho será eleito em assembleia na quinta-feira (26).

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).