BC decreta liquidação extrajudicial da Gradual

Entidade financeira alega "graves violações às normas legais"

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
iStock
iStock

O BC anunciou a liquidação extrajudicial da Gradual por “graves violações às normas legais e regulamentares”

Acessibilidade


O Banco Central anunciou hoje (22) a liquidação extrajudicial da Gradual Corretora de Câmbio, Títulos e Valores Mobiliários por “graves violações às normas legais e regulamentares”.

LEIA MAIS: 6 dicas de gestão financeira para o pequeno empreendedor

Além das violações das normas, o BC disse em nota que o “comprometimento de sua situação econômico-financeira, bem como a existência de prejuízos que sujeitam a risco anormal seus credores, foram as razões que levaram à liquidação da empresa”.

A Gradual Corretora, que não tem vínculo com qualquer conglomerado bancário, tem baixa relevância no sistema financeiro nacional, segundo o BC, com 0,003% do ativo total e 0,007% dos recursos administrados de terceiros. A corretora foi responsável por 0,04% do movimento total de câmbio realizado no quatro trimestre do ano passado.

“O Banco Central está adotando as medidas cabíveis para apurar as responsabilidades pelos fatos que resultaram na liquidação. Nos termos da lei, os bens dos controladores e dos ex-administradores da instituição ficam indisponíveis”, disse o BC em nota.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Contactada por email, a Gradual não retornou imediatamente os pedidos por comentários.

Compartilhe esta publicação: