Procuradoria do México obtém ordem de prisão contra ex-CEO da Pemex

Executivo e outras quatro pessoas são suspeitas de corrupção em caso envolvendo a Odebrecht.

Redação, com Reuters
Compartilhe esta publicação:
Edgard Garrido/Reuters
Edgard Garrido/Reuters

As cinco pessoas suspeitas de corrupção têm um alerta vermelho na Interpol

Acessibilidade


A Procuradoria-Geral do México informou hoje (5) que um juiz decretou ordens de prisão para o ex-presidente-executivo da estatal Pemex Emilio Loyola e outras quatro pessoas por suspeita de corrupção em caso envolvendo a empreiteira brasileira Odebrecht.

LEIA MAIS: Justiça de SP aceita pedido de recuperação da Odebrecht

A instituição afirmou que as cinco pessoas têm um alerta vermelho na Interpol, medida que permite a busca em mais de 190 países.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook

Twitter

Instagram

YouTube

Baixe o app de Forbes Brasil na Play Store e na App Store

Compartilhe esta publicação: