4 dos 5 mais ricos do Brasil perderam dinheiro no último ano

Ana Araújo
Apenas o banqueiro Joseph Safra, segundo colocado, aumentou sua fortuna

As fortunas dos cinco primeiros colocados na lista dos maiores bilionários do Brasil em 2019 somam R$ 324,25 bilhões. É o equivalente, por exemplo, a 4,76% do PIB do país no ano passado. No entanto, deste  top 5, apenas um bilionário aumentou sua fortuna no último ano. Joseph Safra, o segundo colocado do ranking, com R$ 95,04 bilhões, enriqueceu R$ 19,31 bilhões. Isso significa que o banqueiro adicionou cerca de R$ 36.738 mil ao seu patrimônio por minuto em 2019 (considerando que um ano tem 525.600 minutos).

LEIA MAIS: 10 maiores bilionários do Brasil em 2019

Safra, libanês naturalizado brasileiro, engorda seus cofres com o faturamento do banco que leva seu nome, investimentos imobiliários e a Chiquita Brands, a maior produtora de bananas do mundo. O bilionário é também o mais velho da lista, com 81 anos.

Jorge Paulo Lemann, que se manteve no primeiro lugar do ranking, embora tenha sido o que menos teve prejuízo, ainda assim, perdeu R$ 1,25 bilhão (ou R$ 3.405 por minuto). Em terceiro, vem Marcel Herrmann Telles, com uma fortuna de R$ 43,99 bilhões. Dos cinco mais ricos, ele foi o que mais viu seu patrimônio minguar, com um prejuízo de R$ 10,13 bilhões na comparação com 2018 (ou incríveis R$ 19.273 por minuto).

O quarto colocado, Eduardo Saverin, teve uma variação negativa de R$ 2,81 bilhões (R$ 5.346 a menos na conta por minuto). Ele é também o mais jovem do top 5, com 37 anos e dono de uma fortuna de R$ 43,16 bilhões. Fecham os cinco primeiros Carlos Alberto Sicupira e família, que tiveram uma perda de R$ 6,65 bilhões, resultando em um patrimônio de R$ 37,35 bilhões em 2019. Eles tiveram sua fortuna diminuída em R$ 12.652 por minuto.

Edição 71, com os 296 bilionários brasileiros, já está nas bancas.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).