Fundadora e CEO do Lady Driver mostra o poder do mercado feminino

GettyImages/wagnerokasaki
Gabryella Corrêa criou um aplicativo rentável e que traz mais segurança para viagens de carro envolvendo mulheres

A história da criação e do sucesso do aplicativo de transporte com motoristas mulheres Lady Driver foi o assunto do talk da fundadora e CEO da plataforma, Gabryella Corrêa, no 2º dia do palco Forbes Mulher na SP Tech Week. A empreendedora contou como a ideia nasceu e falou sobre o caminho que trilhou até construir o maior aplicativo de transporte feminino do mundo, segundo o jornal britânico “Financial Times”.

LEIA MAIS: Mulheres Mais Poderosas do Mundo: a definição de uma nova década

A ideia nasceu de uma experiência ruim que a executiva teve em uma viagem usando aplicativos convencionais, com um motorista homem. Gabryella revelou que 97% das mulheres já foram assediadas no transporte e 69% das motoristas mulheres já afirmaram ter recusado corridas por se sentirem inseguras. Munida da vontade de fazer algo diferente, Gabryella lançou o app. Para ela, o que torna a plataforma especial para o público feminino é exatamente a segurança.

O começo do Lady Driver foi desafiador pela falta de confiança da sociedade nas motoristas mulheres. Gabryella contou que ouviu muito preconceito sobre a vontade e capacidade feminina de pilotar carros. As primeiras motoristas tiveram de ser convidadas, mas hoje o aplicativo se tornou grande o suficiente para ser conhecido sem tanto esforço, já são mais de 60 mil motoristas e mais de 1 milhão de passageiras.

Com a ideia em mente, Gabryella desenvolveu o projeto da plataforma e mandou para aceleradoras de startups e outras pessoas do mercado, recebendo alguns feedbacks positivos. “O próximo passo era fazer um MVP, produto mínimo viável, que é um protótipo da empresa antes de lançá-la”, disse. O teste foi feito em uma grande feira de beleza em São Paulo: “Depois que apresentei, as mulheres amaram”.

O presente mostra o tamanho que o Lady Driver tomou, ficando em 6º lugar entre os aplicativos de mobilidade mais baixados no Brasil e, por muitas vezes, como o mais baixado na App Store brasileira. Além disso, a única piloto mulher da Stock Car, Bia Figueiredo, tornou-se investidora da empresa.

Gabryella contou o segredo para o sucesso do aplicativo. “Não é questão de investimento, foi realmente o engajamento. Uma empresa com um engajamento como o nosso somado a investimento tem grande potencial, tudo o que as mulheres podem trazer para a economia”, afirmou.

LEIA TAMBÉM: Diretora da Petrobras está entre as mulheres mais poderosas do mundo

No final, ela mandou um recado para os investidores de startups: “Podem ter certeza que investir em negócios de mulheres trará retorno. Um retorno capaz de superar, muitas vezes, qualquer outro já alcançado com negócios de homens”.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).