Nigéria compra potássio do Canadá para substituir oferta russa

Por Julia Payne LAGOS (Reuters) – A Nigéria teve que comprar suprimentos emergenciais de potássio canadense em abril, depois que o país não conseguiu importar o principal fertilizante da Rússia devido ao impacto das sanções.

Compartilhe esta publicação:

Por Julia Payne

Acessibilidade


LAGOS (Reuters) – A Nigéria teve que comprar suprimentos emergenciais de potássio canadense em abril, depois que o país não conseguiu importar o principal fertilizante da Rússia devido ao impacto das sanções ocidentais, disse o chefe da autoridade soberana de investimentos da Nigéria NSIA.

Uche Orji, chefe da NSIA, não quis comentar os preços. No entanto, os preços spot hoje subiram mais de 250% para entregas na África Ocidental em comparação com o ano passado, de acordo com a agência de preços de commodities Argus Media, causando mais um impacto nas finanças do país.

A medida mostra uma das muitas consequências negativas não intencionais das sanções para punir a Rússia por sua invasão da Ucrânia.

O Fundo Monetário Internacional disse na semana passada que a invasão causou mais um “enorme choque negativo” à África subsaariana, elevando os preços dos alimentos e de energia e colocando as pessoas mais vulneráveis em risco de fome.

    “A Rússia não conseguiu entregar, então compramos spot de traders no Canadá. O Alto Comissariado Canadense na Nigéria ajudou a iniciar a conversa com os produtores”, disse Orji à Reuters.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Orji disse que a Nigéria possui estoques de potássio suficientes para cobrir 40% da demanda de mistura e comprou três carregamentos de potássio canadense, que devem chegar no próximo mês. Normalmente, o país compra cinco cargas russas por ano.

Compartilhe esta publicação: