Brasil restringe entrada de estrangeiros por fronteiras terrestres

Jesus Sierra/GettyImages
Jesus Sierra/GettyImages

Proibição de circulação não restringe a passagem de brasileiros natos, imigrantes com autorização de residência definitiva no Brasil, profissionais estrangeiros em missão de organismos internacionais e diplomatas acreditados no país

O governo brasileiro determinou hoje (19) o fechamento das fronteiras terrestres do país com Argentina, Bolívia, Colômbia, Guiana Francesa, Paraguai, Peru e Suriname para o ingresso de estrangeiros, por 15 dias, devido ao crescimento da epidemia de coronavírus.

A portaria divulgada pela Casa Civil especifica que a proibição de circulação não restringe a passagem de brasileiros natos, imigrantes com autorização de residência definitiva no Brasil, profissionais estrangeiros em missão de organismos internacionais e diplomatas acreditados no país, além do transporte de cargas.

VEJA TAMBÉM: EXCLUSIVO: Empreendedores brasileiros criam versão local do #stopthespread para conter coronavírus

Também será possível a passagem de residentes nas chamadas “cidades-gêmeas”, onde há fronteira exclusivamente terrestre, como Tabatinga (AM) e Letícia, (Colômbia) e Ponta Porã (MS) e Pedro Juan Caballero (Paraguai).

Será editada uma portaria específica sobre a fronteira com o Uruguai. Segundo o Ministério da Justiça, esse fechamento ainda está em negociação com o país vizinho.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).