Alta demanda faz Locaweb antecipar lançamento da Nextios

Divulgação
Divulgação

Guilherme Barreiro, contratado em outubro do ano passado especialmente para comandar a nova empresa

A Locaweb, especializada na oferta de soluções B2B, anunciou, na manhã de hoje (23), o lançamento da Nextios, uma evolução da sua unidade Corp Cluster2GO, que vai atuar nos processos de transformação digital das empresas.

Guilherme Barreiro, contratado em outubro do ano passado especialmente para comandar a nova empresa, explica que o lançamento foi antecipado em função do aumento da demanda provocado pela crise do novo coronavírus. Assim que a pandemia foi decretada, com o consequente isolamento social, a companhia já constatou um aumento na procura por lojas virtuais. “Esse era um movimento que já vinha sendo notado desde o início do ano, mas que se intensificou com o fechamento das lojas físicas”, explica o executivo. Para suprir essa necessidade, a Tray E-Commerce, plataforma de comércio eletrônico comprada pela Locaweb em 2012, precisou aumentar sua força de trabalho em, pelo menos, 50 funcionários.

LEIA MAIS: Fernando Cirne, CEO da Locaweb, sobre a pandemia: “A crise abriu as portas para a transformação digital”

Outra empresa do grupo, a Delivery Direto, também foi impactada pela pandemia, uma vez que restaurantes que já operavam em marketplaces decidiram ampliar sua presença digital com a construção de aplicativos próprios. Por fim, o grupo notou uma maior procura por seus serviços de modo geral, já que, com a desvalorização da moeda brasileira, companhias que contavam com fornecedores internacionais viram suas contas subirem de forma exponencial.

Mais do que ajudar as empresas a enfrentarem a crise atual, a Locaweb diz estar preparada para comandar a transformação digital que elas precisam. Segundo a companhia, muitas – inclusive de grande porte – descobriram, da pior maneira possível, que não estavam preparadas para operar em situações de emergência. “Existem empresas que ainda têm salas com servidores”, diz, citando uma pesquisa da IDC que revelou que cerca de 70% dos negócios em operação no Brasil estão no estágio inicial de seus processos de transformação digital. Outro número que revela o potencial do mercado de serviços de tecnologia é o volume atual de aplicações em nuvem no país – 40,2%.

Na nova configuração, a Nextios, que já nasce com clientes do porte de Ipiranga, Cia Hering, Heineken, Cielo, Porto Seguro e Sephora, pretende focar principalmente nos segmentos de finanças, indústria automotiva, serviços, óleo e gás, manufaturar e educação. A ideia é usar o expertise que a companhia já tem nesses setores para oferecer da construção à implementação de soluções proporcionais à demanda de cada negócios. “Temos conhecimento profundo de cada um desses mercados, parceria com os principais provedores do país, pessoal certificado e caixa para propor modelos ágeis de negócios sem deixar de lado a governança”, diz Barreiro.

O portfólio da nova empresa inclui infraestrutura de serviços, soluções, ERP (sistema integrado de gestão empresarial) e APM (aplicativo de gerenciamento de performance). “Estamos indo além da infraestrutura de data center ou cloud, queremos atingir serviços e soluções que geram vantagens competitivas às empresas”, completa o executivo, à frente da operação das quatro unidades – São Paulo, Recife, Porto Alegre e Belo Horizonte – com 150 colaboradores.

Para Fernando Cirne, CEO da Locaweb, a novidade vem na esteira do desempenho da companhia, acelerado nos últimos anos graças a uma série de aquisições e desenvolvimentos in house que culminaram, em fevereiro deste ano, com o IPO, que captou R$ 1 bilhão. “Estamos altamente preparados para enfrentar este momento e ajudar outras empresas a fazerem o mesmo.”

Siga todas as novidades da Forbes Insider no Telegram

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Inscreva-se no Canal Forbes Pitch, no Telegram, para saber tudo sobre empreendedorismo: .

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).