IBM lança novo chip processador produzido pela Samsung

Marka/GettyImages
Marka/GettyImages

Novo chip da IBM será capaz de lidar com três vezes a carga de trabalho de seu antecessor

A IBM anunciou hoje (17) um novo chip processador para data centers que, segundo a empresa, será capaz de lidar com três vezes a carga de trabalho de seu antecessor.

O chip Power10 será fabricado pela Samsung Electronics e deve ser usado por empresas dentro de data centers, disse a IBM.

LEIA MAIS: Adobe e IBM fazem parceria em software de marketing para indústria bancária

O chip usará o processo de fabricação de 7 nanômetros da Samsung, que é semelhante à tecnologia de 7 nanômetros que a AMD usa para ter seus chips produzidos pela Taiwan Semiconductor Manufacturing.

Tanto a IBM quanto a AMD usam fábricas de chips externas para competir com a Intel Corp, fornecedora dominante de chips processadores em data centers e uma das poucas empresas do setor que desenvolve e produz seus próprios chips.

A Intel disse recentemente que sua próxima geração da tecnologia de produção de chips enfrentará atrasos, o que analistas acreditam que permitirá que suas rivais ganhem participação de mercado.

A IBM há muito se concentra em sistemas de computação de alto desempenho, com três dos dez supercomputadores mais rápidos do mundo usando seus chips. A empresa disse hoje que o chip Power10 foi projetado para ser mais veloz em tarefas de computação de inteligência artificial do que seu antecessor, fazendo esse trabalho até 20 vezes mais rápido do que a geração anterior de chips. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Participe do canal Forbes Saúde Mental, no Telegram, e tire suas dúvidas.

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).