Presidente Bolsonaro inicia semana destacando Paulo Guedes

Adriano Machado/Reuters
Adriano Machado/Reuters

Bolsonaro afirmou que quem decide a economia no Brasil é o ministro Paulo Guedes

Após a saída de Sergio Moro do governo, o presidente, Jair Bolsonaro, inicia a semana convocando uma coletiva, na qual começa reafirmando a importância de Paulo Guedes em seu governo. Uma clara sinalização positiva para investidores, que desconfiavam que ministro da Economia poderia ser o próximo a cair.

Fechamento

Investidores acompanharam na sexta-feira (24) a coletiva do agora ex-ministro da Justiça, Sergio Moro, e depois a do presidente, Jair Bolsonaro, na qual foi instalada uma nova crise política. Ao longo da sexta-feira vimos menos especialistas de saúde em destaques nos noticiários, e cientistas políticos voltaram ao centro do holofote. O Brasil se descolou totalmente do resto do mundo, com uma piora significativa de ativos locais com o aumento das incertezas em torno do governo.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

Abertura

Uma das principais questões que rondavam as discussões na sexta-feira era a possibilidade do Ministro da Economia, Paulo Guedes, ter seu mandato descontinuado. Além da renúncia de Sergio Moro, a semana passada teve polêmicas envolvendo Guedes e o Plano Pró-Brasil, que foi anunciado sem sua presença. Bolsonaro convocou uma coletiva agora pela manhã, cuja principal mensagem foi reafirmar que, nas palavras do presidente, “Homem que decide economia no Brasil é um só e se chama Paulo Guedes”.

Movimento extremamente simbólico, para tentar reduzir as incertezas que rondam o governo no momento. O evento pode dar um alívio momentâneo, ao afastar o questionamento em torno da permanência de Guedes nesse curto prazo.

No exterior, dia positivo, com investidores monitorando sinais de reabertura econômica e também com as medidas do Banco do Japão (BoJ). A instituição monetária não reduziu a taxa de juros, mas divulgou novas formas de estimular o mercado local.

Ainda deve ser digerido por investidores as pesquisas divulgadas no fim de semana, que apontaram uma piora na imagem do Planalto. Além dos dados de confiança da FGV, indicando uma renovação da mínima histórica na confiança do Comércio e do Consumidor.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).