Após balanços de big techs, futuros em Wall Street operam em queda

Kawee-Wateesatogkij EyeEm/GettyImages
Kawee-Wateesatogkij EyeEm/GettyImages

Apesar dos lucros reportados, projeções das companhias para os próximos trimestres não foram tão positivas

Os futuros dos principais índices acionários dos EUA trabalham com perdas na manhã desta sexta-feira (30), com investidores digerindo os relatórios financeiros das gigantes de tecnologia reportados ontem após o fechamento do pregão. Apesar de divulgarem lucros acima do esperado – Apple, Amazon, Facebook e Alphabet juntam somaram lucro de US$ 38 bilhões no 3T20, contra US$ 20 bilhões no 2T20 – as projeções das companhias para os próximos trimestres não foram tão positivas, impactando o humor dos investidores.

Às 7h10, horário de Brasília, os futuros do índice de tecnologia Nasdaq caíam 1,46%, seguidos por queda de 0,84% e 0,89% nos futuros do Dow Jones e do S&P 500, respectivamente.

Nas previsões para os próximos trimestres, o Facebook apresentou cautela, a Amazon projetou elevação nos gastos em função da pandemia e a Apple não apresentou previsões. A Alphabet, dona do Google, tradicionalmente não faz previsões trimestrais.

Além da temporada de balanços, os investidores ajustam suas posições às eleições presidenciais da terça-feira (3), aumentando a volatilidade do mercado que ainda lida com as incertezas trazidas pela segunda onda de coronavírus nos EUA e na Europa. Nas últimas 24 horas, mais de 88 mil novas infecções foram confirmadas apenas nos EUA. No mundo, os casos já somam mais de 45 milhões.

As bolsas europeias oscilavam na manhã entre otimismo com os balanços financeiros e aversão ao risco com a segunda onda de infecções na região. O FTISE 100 e o DAX tinham quedas de 0,23% e 0,12%, respectivamente. Já o CAC 40, o Stoxx 600 e o FTSE MIB ganhavam 0,30%, 0,03% e 0,20%, respectivamente, no mesmo horário.

As bolsas asiáticas fecharam o dia em queda com perdas lideradas pelo Hang Seng, de Hong Kong, que desvalorizou 1,95%. O Nikkei recuou 1,52% e o Shanghai Composite fechou em baixa de 1,47%.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).