Brasil deve entrar na OCDE em um ano, prevê Guedes

André Coelho / GettyImages
André Coelho / GettyImages

Dois terços dos requerimentos necessários estão praticamente completos

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou hoje (20) que o Brasil deve entrar na Organização para Cooperação e Desenvolvimento Econômico (OCDE) em um ano, já que dois terços dos requerimentos necessários estão praticamente completos.

Em participação online na Milken Institute Global Conference, o ministro avaliou que este é o momento do governo atrair investidores estrangeiros e, quanto aos riscos para o aporte de recursos no país, afirmou que o ministério da Economia está trabalhando com o Banco Central em um mecanismo para hedge cambial.

LEIA MAIS: Tudo sobre finanças e o mercado de ações

O hedge cambial é uma forma de empresas e investidores se protegerem das variações dos ativos ou de produtos de outros países. As opções mais comuns são os contratos futuros da bolsa e balcão.

Ele apontou que outro risco importante para investidores estrangeiros sempre foi a regulação e afirmou que, por isso, o governo está modernizando os marcos regulatórios.

Guedes repetiu ainda que o Produto Interno Bruto (PIB) deve cair 4% este ano ou “4 e pouco no máximo”, ante previsão oficial do ministério da Economia de -4,7%. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).