Ibovespa descola do exterior e abre o dia em leve alta

Bolsas na Europa e futuros em Wall Street têm realização de lucros e operam com perdas.

Ana Paula Pereira
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


O Ibovespa descola do exterior e abre o dia em campo positivo, valorizando 0,28% aos 111.708 pontos às 10h21, horário de Brasília. Apesar da realização de lucros nos principais mercados globais, o otimismo dos investidores domésticos é sustentado pelas sinalizações positivas no cenário político: ontem o senador e presidente do Congresso Nacional, Davi Alcolumbre (DEM-AP), anunciou que irá incluir a proposta de Lei de Diretrizes Orçamentárias (LDO) de 2021 na pauta da sessão conjunta no dia 16, o que sinaliza algum direcionamento para o Orçamento do próximo ano.

Também ontem, o presidente Jair Bolsonaro afirmou não ser possível “perpetuar” benefícios concedidos à população por conta da pandemia. A notícia foi um alívio momentâneo para os mercados, disse Paloma Brum, economista da Toro Investimentos, projetando uma perspectiva “menos agravante em relação ao cenário fiscal”, embora ainda haja muita “dúvida sobre o respeito ao teto de gastos”.

A cena corporativa brasileira também está no radar do mercado, com a Notre Dame Intermédica avançando 2,75% na abertura após precificar uma oferta secundária de ações a R$ 69,50 por papel, enquanto a Braskem recuava após aviso sobre interrupção de fornecimento de gás no México.

A Vale também estimou que a produção de minério de ferro da empresa em 2020 foi estimada entre 300 milhões e 305 milhões de toneladas, um número abaixo da meta projetada para o ano, o que enfraquecia o desempenho (-1,34%) das ações da companhia nesta manhã.

O dólar, que fechou em queda expressiva (-2,21%) na sessão de ontem, opera próximo da estabilidade nesta manhã, operando com recuo de 0,03% e negociado a R$ 5,22 na venda.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

As bolsas na Europa e os futuros em Wall Street operam com perdas, em movimento de correção técnica após o rally de ontem, apesar do Reino Unido ter anunciado a autorização para uso da vacina da Pfizer/BioNTech. A imunização da população deve ter início na próxima semana. Na Alemanha, o DAX recuava 0,60% também às 10h21, enquanto em Nova York o índice Dow Jones perdia 0,43% no mesmo horário. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: