Reino Unido diz que UE deveria fazer concessões em discussão comercial

Primeiro-ministro britânico deu até o final de semana para a UE firmar acordo.

Redação
Compartilhe esta publicação:
Amer Ghazzal / GettyImages
Amer Ghazzal / GettyImages

Primeiro-ministro britânico deu até o final de semana para a UE firmar acordo

Acessibilidade


O Reino Unido disse à União Europeia hoje (10) que ela deve fazer concessões significativas para romper o impasse nas negociações comerciais do Brexit até o final do fim de semana, de forma a fornecer alguma clareza sobre o final da crise que já dura cinco anos.

O primeiro-ministro britânico, Boris Johnson, e a chefe-executiva da União Europeia, Ursula von der Leyen, deram-se até o final do fim de semana para selar um novo pacto comercial, depois de não conseguirem superar suas persistentes rixas durante um jantar “animado” na quarta-feira.

“Ainda há espaço para continuar conversando, mas ainda existem pontos de diferença significativos”, disse o ministro das Relações Exteriores britânico, Dominic Raab, à BBC, acrescentando que ambos os lados precisam fazer um balanço no fim de semana.

“Domingo será um momento importante”, disse Raab à Sky News. “Você nunca diz nunca nessas conversas, mas acho que precisamos ter alguma finalidade.”

Raab disse que os principais pontos de controvérsia — pesca e compromissos sobre condições de igualdade — eram pequenos em escopo, mas questões de princípio para o Reino Unido.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

O Reino Unido deixou formalmente a UE em janeiro, mas desde então está em um período de transição durante o qual permanece no mercado único da UE e na união aduaneira, o que significa que as regras sobre comércio, viagens e negócios permaneceram as mesmas.

Isso termina em 31 de dezembro. Se até lá não houver acordo para proteger cerca de 1 trilhão de dólares em comércio anual de tarifas e cotas, as empresas de ambos os lados serão prejudicadas.

Compartilhe esta publicação: