Bancos devem passar a oferecer alteração de limite no Pix, diz Banco Central

Os pedidos de redução ou aumento do valor serão feitos pelo próprio aplicativo e liberados em até 7h.

Redação
Compartilhe esta publicação:
SOPA Images/Getty Images
SOPA Images/Getty Images

Os pedidos de redução dos limites do Pix deverão ser atendidos imediatamente

Acessibilidade


Instituições participantes do Pix, o sistema instantâneo de pagamentos, devem passar a oferecer aos clientes a possibilidade de alteração de limites pelos próprios aplicativos a partir de hoje (1), segundo comunicado do Banco Central.

Os pedidos de redução dos limites do Pix, de acordo com o regulador, deverão ser atendidos imediatamente. Já as solicitações de aumento, se compatíveis com os limites para TED e cartão de débito, devem ser acatadas até as 7h do dia útil seguinte.

LEIA MAIS: Tudo o que você queria saber sobre o PIX, mas tinha vergonha de perguntar

Se o valor pedido for superior aos limites para TED e cartão de débito, o banco deve avaliar o perfil do cliente e decidir se aceita. “Nesses casos, as respostas deverão ser dadas em até uma hora, caso a solicitação seja feita entre 6h e 20h (incluindo sábados, domingos e feriados). Caso o pedido seja feito fora desse horário, a solicitação deve ser respondida até as 7h do dia útil seguinte”, afirmou o BC. (Com Reuters)

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Compartilhe esta publicação: