Os melhores bancos do mundo em 2021

Busa Photography/Getty Images
Busa Photography/Getty Images

A mudança digital foi acelerada durante a pandemia e o setor bancário presenciou um grande impacto

Os bancos do mundo inteiro desempenharam um papel crucial ao manter a economia global em movimento durante a pandemia de Covid-19. Os credores conseguiram manter o fluxo de crédito para empresas e famílias. Eles levantaram capital de emergência para pequenas empresas, estenderam os prazos de pagamento para grandes corporações e originaram e refinanciaram empréstimos imobiliários.

À medida que os cidadãos são vacinados e a economia global mostra sinais de recuperação, as instituições financeiras serão a ponte para um boom econômico que pode durar anos. Antecipando-se à retomada do crescimento em todo o mundo, as taxas de juros já começaram a subir, reforçando os resultados financeiros dos grandes credores.

LEIA MAIS: Os 25 maiores bilionários do mundo em 2021

A mudança digital foi acelerada durante a pandemia e o setor bancário presenciou um grande impacto. Como nunca antes, os clientes passaram a confiar nos recursos dos bancos online, nas tecnologias de pagamento digital e nos serviços financeiros que podem ser gerenciados por smartphones. Oferecer um banco digital, além de qualquer serviço na agência, agora é uma questão de sobrevivência. À medida que o setor bancário se torna digital, os grandes bancos tradicionais ficam vulneráveis ​​a startups de rápido crescimento com baixos custos operacionais e infraestrutura moderna.

Pelo terceiro ano consecutivo, a Forbes fez uma parceria com a empresa de pesquisa de mercado Statista para produzir a lista dos Melhores Bancos do Mundo. Em vez de avaliar os balanços e declarações de lucros e perdas, como a Forbes faz em sua classificação dos 100 maiores bancos norte-americanos de capital aberto publicada anualmente, a Statista pesquisou mais de 43 mil clientes em todo o mundo para colher opiniões sobre seus relacionamentos bancários atuais e anteriores. Os bancos foram avaliados quanto à satisfação geral dos clientes e atributos como confiança, taxas, serviços digitais e consultoria financeira.

Confira, a seguir, os melhores bancos dos países pertencentes ao G10:

Alemanha

Total de bancos na lista: 40

1º lugar: Sparda-Bank Hessen

Sede: Frankfurt

Bélgica

Total de bancos na lista: 10

1º lugar: Argenta

Sede: Antuérpia

Canadá

Total de bancos na lista: 15

1º lugar: Equitable Group

Sede: Toronto

Estados Unidos

Total de bancos na lista: 75

1º lugar: Great Southern Bank

Sede: Missouri

França

Total de bancos na lista: 15

1º lugar: Boursorama Banque

Sede: Boulogne-Billancourt

Itália

Total de bancos na lista: 30

1º lugar: N26

Sede: Berlim

Japão

Total de bancos na lista: 50

1º lugar: Sbi Sumishin Net Bank

Sede: Tóquio

Holanda

Total de bancos na lista: 5

1º lugar: Triodos Bank

Sede: Zeist

Reino Unido

Total de bancos na lista: 20

1º lugar: First Direct

Sede: Leeds (Inglaterra)

Suíça

Total de bancos na lista: 19

1º lugar: St. Galler Kantonalbank

Sede: St. Galler

  • A lista não traz representantes da Suécia.

Siga FORBES Brasil nas redes sociais:

Facebook
Twitter
Instagram
YouTube
LinkedIn

Siga Forbes Money no Telegram e tenha acesso a notícias do mercado financeiro em primeira mão

Baixe o app da Forbes Brasil na Play Store e na App Store.

Tenha também a Forbes no Google Notícias.

Copyright Forbes Brasil. Todos os direitos reservados. É proibida a reprodução, total ou parcial, do conteúdo desta página em qualquer meio de comunicação, impresso ou digital, sem prévia autorização, por escrito, da Forbes Brasil ([email protected]).