Gol tem prejuízo de R$ 884,6 milhões no 3º trimestre, mas prevê melhora

A companhia aérea também apresentou perspectivas para o quarto trimestre, quando prevê crescimento de 29% na capacidade planejada em relação ao mesmo período de 2020.

Redação
Compartilhe esta publicação:

Getty Images

Acessibilidade


A Gol divulgou hoje que registrou prejuízo líquido de R$884,6 milhões no terceiro trimestre, ante perda de R$872 milhões um ano antes.

Tal desempenho exclui as perdas com variação cambial líquida de R$1,485 bilhão, entre outros itens.

A receita operacional líquida saltou 96,4% ano a ano, para R$1,9 bilhão, enquanto os custos e despesas operacionais avançaram 53,7%, para R$2,7 bilhões. O Ebitda operacional recorrente aumentou 63,6%, para R$464,7 milhões.

A companhia aérea também apresentou perspectivas para o quarto trimestre, quando prevê crescimento de 29% na capacidade planejada em relação ao mesmo período de 2020, com aumento da vacinação e a temporada de viagens de verão no Brasil.

“Vemos crescimento nas vendas até o final do ano, e estamos confiantes de que essa tendência continuará em 2022″, afirmou o diretor-presidente da Gol, Paulo Kakinoff, no material do balanço.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A empresa também afirmou que estima encerrar o trimestre corrente com R$3,8 bilhões em liquides, de R$2,08 bilhões no final do terceiro trimestre.

A dívida líquida é estimada em cerca de R$15,8 bilhões , de R$15,5 bilhões  no final de setembro.

Compartilhe esta publicação: