China diz que vai acelerar emissão de títulos e estimular investimentos

Para apoiar uma economia em desaceleração, US$ 188,34 bilhões em fundos serão investidos em projetos o mais rápido possível.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Richard Sharrocks/Getty Images
Richard Sharrocks/Getty Images

A China tem passado por um momento de desaceleração econômica

Acessibilidade


A China vai acelerar a emissão de títulos especiais do governo local para ajudar a impulsionar o investimento efetivo, disse o gabinete de acordo com a imprensa estatal hoje (10), em uma tentativa de apoiar uma economia em desaceleração.

A China acelerará a emissão de títulos especiais locais sob a cota de 2022 e investirá fundos de 1,2 trilhão de iuanes (US$ 188,34 bilhões) em títulos locais emitidos no quarto trimestre de 2021 em projetos o mais rápido possível, disse o gabinete.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Em dezembro, o Ministério das Finanças chinês disse que havia emitido 1,46 trilhão de iuanes na cota antecipada de 2022 para títulos especiais do governo local para ajudar a estimular o investimento e apoiar a economia.

O aumento dos gastos do governo ajudará a impulsionar o investimento privado no primeiro trimestre de 2022, disse o gabinete.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A China também expandirá o consumo final, acrescentou.

A economia chinesa enfrenta vários desafios, uma vez que a desaceleração imobiliária e as rigorosas restrições da Covid-19 têm afetado os gastos do consumidor.

Compartilhe esta publicação: