Arezzo levanta R$ 830 milhões em follow-on; veja os destaques do Forbes Radar

Últimas notícias sobre: Eletrobras, CSN, Randon, Petrobras, Ecorodovias, Odontoprev e Biomm.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (4), a Arezzo anunciou que precificou sua oferta subsequente de ações a R$ 82,35 por papel, levantando cerca de R$ 830 milhões. O novo capital social da companhia passou a ser de R$ 1,645 bilhão.

Já a Eletrobras informou que foi aprovado o aumento de capital de sua subsidiária Eletronorte em R$ 1,9 bilhão, por meio da emissão de 13.951.250 novas ações ordinárias. Desta forma, o capital social da Eletronorte passará para R$ 13,5 bilhões.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Veja estes e outros destaques corporativos do dia:

Arezzo (ARZZ3)

A Arezzo precificou sua oferta subsequente de ações a R$ 82,35 por papel, levantando cerca de R$ 830 milhões.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Houve demanda para a venda de lote adicional de 2,63 milhões de ações. O novo capital social da companhia passou a ser de R$ 1,645 bilhão, dividido em 109.796.219 ações ordinárias.

A companhia pretende usar os recursos para investimentos de longo prazo, incluindo abertura de novas lojas e potenciais operações de fusão e aquisição.

Eletrobras (ELET6)

O conselho de administração da Eletrobras aprovou o aumento de capital de sua subsidiária Eletronorte em R$ 1,9 bilhão, por meio da emissão de 13.951.250 novas ações ordinárias nominativas, ao preço de R$ 138,35 por ação.

Desta forma, o capital social da Eletronorte passará para R$ 13,5 bilhões e o número de ações chegará a 168.044.751 papéis ordinários nominativos, sem valor nominal.

As ações serão subscritas e integralizadas pela Eletrobras com as ações ordinárias que detém na Nesa (Norte Energia), equivalente a 15% do capital social. A Nesa é operadora da Usina Hidrelétrica Belo Monte.

CSN (CSNA3)

A CSN anunciou que a CSN Resources, controlada da companhia, iniciou oferta de recompra no exterior de até US$ 300 milhões, em valor total de montante principal das 7,625% Senior Unsecured Guaranteed Notes, com vencimento em 2026, emitidas pela CSN Resources, em circulação no mercado internacional.

O preço unitário é de US$ 1.048,75.

Randon (RAPT4)

A Randon informou que foi aprovada a realização da 9ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, da espécie quirografária, em duas séries, totalizando o montante de R$ 500 milhões para distribuição pública com esforços restritos.

Serão emitidas 500 mil debêntures em duas séries, sendo 250 mil debêntures da primeira série e 250 mil debêntures da segunda série, no valor nominal de R$ 1 mil.

A oferta restrita é destinada exclusivamente a investidores profissionais

Petrobras (PETR4)

A Petrobras manifestou ao CNPE (Conselho Nacional de Política Energética) interesse no direito de preferência em blocos a serem licitados no Sistema de Oferta Permanente, sob o Regime de Partilha de Produção.

A diretoria executiva da companhia aprovou a manifestação de interesse no direito de preferência nas áreas de Água Marinha e Norte de Brava, localizados na Bacia de Campos, com percentual de 30%.

“A manifestação do interesse está em linha com o plano estratégico da companhia, com foco em ativos em águas profundas e ultraprofundas”, afirmou a Petrobras em comunicado.

Ecorodovias (ECOR3)

A Ecorodovias comunicou ao mercado que o Gianfranco Catrini, diretor presidente da companhia, foi destituído do cargo.

Foi eleito para ocupar interinamente a posição de diretor presidente Marcello Guidotti, que acumulará o cargo com as atuais funções. O novo diretor terá mandato unificado até o dia 29 de abril de 2023 ou até a eleição da nova diretoria.

Odontoprev (ODPV3)

A Odontoprev informou que, dentro do programa de recompra de ações vigente, foram adquiridas 2 milhões de ações em janeiro, com média de R$ 12,08.

Biomm (BIOM3)

A Biomm comunicou que recebeu correspondência da XP Advisory Gestão de Recursos informando sobre o aumento de participação acionária relevante na companhia pelos fundos de investimento sob sua gestão, passando a deter, aproximadamente, 5,32% do total das ações ordinárias.

A XP informou ainda que as participações societárias mencionadas não têm objetivo de alterar a composição de controle ou estrutura administrativa da Biomm. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: