Banco Modal e Raízen anunciam distribuição de JCP; veja os destaques do Radar

Últimas notícias sobre: JBS, Mills, Eletrobras e M.Dias Branco.

Isabella Velleda
Compartilhe esta publicação:

Acessibilidade


No Forbes Radar de hoje (21), o Banco Modal informou que foi aprovada a distribuição de JCP (juros sobre capital próprio) no montante total bruto de R$ 14,9 milhões, equivalentes a R$ 0,0221 por ação. O pagamento ocorrerá a partir de 4 de abril.

Já a Raízen aprovou o pagamento de duas parcelas de JCP a ser realizado na sexta-feira (25). A primeira é de R$ 0,0162 por ação, enquanto a segunda é de R$ 0,0220 por ação.

Acompanhe em primeira mão o conteúdo do Forbes Money no Telegram

Veja esses e outros destaques corporativos do dia:

Banco Modal (MODL11)

O Banco Modal informou que foi aprovada a distribuição de JCP no montante total bruto de R$ 14,9 milhões, equivalentes a R$ 0,0221 por ação ordinária e preferencial.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Corrigindo uma informação prévia, a empresa acrescentou que farão jus aos proventos os acionistas constantes da base acionária da companhia em 23 de março.

Os proventos aprovados serão pagos a partir do dia 4 de abril.

Raízen (RAIZ4)

A Raízen aprovou o pagamento de duas parcelas de JCP. A primeira, referente ao período entre 1º de julho e 30 de setembro de 2021, é de R$ 0,0162 por ação, utilizando como referência a base acionária de 5 de outubro.

Já a segunda é referente ao período entre 1º de outubro e 31 de dezembro, de R$ 0,0220 por ação, com base na posição acionária de 5 de janeiro de 2022.

O pagamento ocorrerá na sexta-feira (25).

JBS (JBSS3)

A JBS começou a produzir fertilizantes a partir de resíduos orgânicos de suas operações e matérias-primas minerais, em movimento que marca a entrada da companhia no segmento de insumos agrícolas.

A fábrica em Guaiçara (SP), cuja construção foi anunciada em meados de 2020, terá capacidade para fabricar 150 mil toneladas por ano em produtos e amplia a atuação da JBS na chamada “economia circular”.

Com investimento de R$ 134 milhões, a JBS disse em nota que vai se tornar a primeira produtora brasileira de alimentos a utilizar resíduos para a fabricação de fertilizantes.

Mills (MILS3)

A Mills Estruturas e Serviços de Engenharia comunicou que foi aprovada a realização da 6ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, no valor de até R$ 300 milhões.

Serão emitidas 300 mil debêntures, sendo 100 mil da primeira série e 200 mil da segunda série. As debêntures da primeira série contarão com remuneração correspondente à taxa DI + 2,30% ao ano; e as debêntures da segunda série contarão com remuneração de taxa DI + 2,95% ao ano.

O prazo é de 60 meses e amortização trimestral de principal a partir do 24º mês.

Eletrobras (ELET6)

A Eletrobras anunciou que a CGT Eletrosul, sua subsidiária, foi vendida à Arthur Moura Engenharia por R$ 3,7 milhões.

M.Dias Branco (MDIA3)

A M.Dias Branco registrou lucro líquido de R$ 151,1 milhões no quarto trimestre de 2021, queda de 27,7% na comparação anual. (Com Reuters)

Compartilhe esta publicação: