Inflação anual no Reino Unido atinge máxima de 30 anos de 6,2%

O Reino Unido tem agora a segunda taxa anual de inflação mais alta entre os países do G7.

Reuters
Compartilhe esta publicação:
Toby Melville/Reuters
Toby Melville/Reuters

A inflação anual britânica acelerou mais do que o esperado no mês passado, para nova máxima em 30 anos

Acessibilidade


A inflação anual britânica acelerou mais do que o esperado no mês passado, para nova máxima em 30 anos, piorando o aperto nas finanças das famílias.

A Agência de Estatísticas Nacionais informou que os preços ao consumidor subiram 6,2% em fevereiro sobre o ano anterior, depois de alta de 5,5% em janeiro, máxima desde março de 1992.

O Reino Unido tem agora a segunda taxa anual de inflação mais alta entre os países do G7, atrás apenas dos Estados Unidos, em meio à disparada dos preços globais de commodities e energia, exacerbados pela invasão da Ucrânia pela Rússia.

A mediana das expectativas de economistas em pesquisa da Reuters era de uma alta de 5,9%, e apenas três dos 39 participantes previam uma leitura tão forte.

A agência destacou as contas de energia das famílias, que subiram quase 25% em relação ao ano anterior, e a gasolina como maiores impactos para o salto dos preços em fevereiro.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

 

Compartilhe esta publicação: