Após rali da semana passada, Wall St recua com foco em inflação

Compartilhe esta publicação:

 

Acessibilidade


Por Sinéad Carew e Anisha Sircar

(Reuters) – Os três principais índices de Wall Street fecharam em baixa nesta terça-feira, após um rali na semana passada, conforme negociações voláteis do petróleo mantiveram a inflação elevada em foco e investidores reagiram a duros comentários de uma autoridade do Federal Reserve.

O índice S&P 500 fechou em queda de 0,63%, a 4.132,15 pontos. O Dow Jones caiu 0,67%, a 32.990,12 pontos. O índice de tecnologia Nasdaq Composite recuou 0,41%, a 12.081,39 pontos.

Após um desempenho superior ao de seus pares mais cedo na sessão, o setor de energia do índice S&P 500 perdeu terreno após a divulgação da notícia de que alguns produtores discutiram a ideia de suspender a participação da Rússia no acordo de produção da Opep+.

A política monetária do Fed também esteve na mira de investidores, após o presidente dos EUA, Joe Biden, e o chefe do banco central, Jerome Powell, se reunirem nesta terça-feira para discutirem a inflação, que, antes do encontro, Biden disse ser sua “principal prioridade”.

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

A conversa ocorreu depois de o diretor do Fed Christopher Waller dizer na segunda-feira que a instituição deveria estar preparada para aumentar a taxa de juros em 0,50 ponto percentual em todas as próximas reuniões de política monetária até que a inflação esteja decisivamente contida.

No fechamento do pregão desta terça, o maior declínio entre os 11 principais setores industriais do S&P 500 foi o de energia, que desvalorizou 1,6%.

Com o recuo desta terça-feira, o S&P 500 e o Dow Jones ficaram praticamente inalterados em maio. O índice de tecnologia Nasdaq, porém, apresentou queda mensal de 2%.

Compartilhe esta publicação: