Pedidos de auxílio-desemprego nos EUA aumentam mais do que o esperado

Os pedidos aumentaram em 21 mil, para 211 mil, enquanto economistas previam 195 mil reivindicações para a última semana

Foto: REUTERS/Brian Snyder
Foto: Reuters / Brian Snyder

Placa sinaliza oportunidade de emprego em Somerville, Massachusetts, EUA

Acessibilidade

O número de norte-americanos entrando com novos pedidos de auxílio-desemprego aumentou mais do que o esperado na semana passada, mas a tendência subjacente permaneceu consistente com um mercado de trabalho apertado.

Os pedidos iniciais de auxílio-desemprego aumentaram em 21 mil, para 211 mil em dado com ajuste sazonal na semana encerrada em 4 de março, informou o Departamento do Trabalho hoje (9).

Economistas consultados pela Reuters previam 195 mil reivindicações para a última semana.

Os pedidos permaneceram abaixo de 200 mil por sete semanas consecutivas, indicando que os cortes de empregos no setor de tecnologia não tiveram um impacto material no mercado de trabalho.


Conteúdo publicitário