De cortadora de cana a empreendedora, ela fatura com e-commerce de semijoias

A trajetória de Sabrina Nunes, dona da maior loja virtual de semijoias do Brasil, a Francisca Joias.

Giovanna Simonetti
Compartilhe esta publicação:
Sabrina Nunes/Arquivo Pessoal
Sabrina Nunes/Arquivo Pessoal

Sabrina Nunes é fundadora da Francisca Joias, um dos maiores e-commerces de semijoias do país

Acessibilidade


“Eu faço o que tem que ser feito. É simples assim”. É dessa maneira que Sabrina Nunes resume seu papel no mundo. Empreendedora à frente do e-commerce Francisca Joias, a maior entre as lojas online de semijoias no Brasil,  Sabrina fez de tudo um pouco antes de ver seu negócio prosperar. Desde os oito anos de idade, vendeu picolé na rua, foi garçonete, porteira de prédio e cortadora de cana em lavouras no Mato Grosso do Sul. 

Nativa de Itinga, cidade do Vale do Jequitinhonha (MG), um dos lugares mais pobres do Brasil, Sabrina explica que sempre gostou de vender, mas empreender nunca foi uma ideia – até que a necessidade chegou. “Eu estava em um estágio da vida que, sem dinheiro, não havia nenhum pensamento a longo prazo. Precisava de ações emergenciais para sair daquela situação.” 

VEJA TAMBÉM: De staff a líder regional: a trajetória de Debora Mattos na Coca-Cola

Saiu do canavial e foi pulando de emprego em emprego até que virou secretária, mas percebeu que para subir um pouco mais na profissão teria que estudar. “Vi que as pessoas que tinham formação ganhavam melhor, então consegui uma bolsa para a faculdade via Prouni”, diz. Assim, mudou-se para o Rio de Janeiro em 2010 para cursar engenharia, onde leu em uma revista a história de alguém que havia faturado R$ 5 mil com vendas na internet. “Pensei que era isso o que eu queria fazer e, com R$ 50, comprei as primeiras bijuterias para revender.”

Seis meses depois, as vendas superavam expectativas: os R$ 5 mil foram conquistados em apenas uma semana e a empreendedora largou a faculdade para se dedicar ao negócio. “Descobri que vender na internet era o que eu queria e passei a estudar cada vez mais. Tudo era muito novo e não havia muitos cursos, então aprendi na prática.” 

Inscreva-se para receber a nossa newsletter
Ao fornecer seu e-mail, você concorda com a Política de Privacidade da Forbes Brasil.

Hoje, a Francisca Joias, que leva o nome em homenagem à avó de Sabrina, vende 700 peças vendidas por dia, tem 1 milhão de seguidores no Instagram, 50 funcionários e coleções desenvolvidas com influenciadoras digitais como Bianca Andrade, a Boca Rosa, Gkay e Franciny Ehlk. 

Por ser pioneira do e-commerce e ter criado uma série de estratégias de vendas, hoje Sabrina Nunes mantém grupos de mentoria para empreendedores e cursos de vendas online. Os dois braços faturaram, juntos, R$ 30 milhões em 2021 e, apesar da pandemia, registraram um crescimento de 47% nos últimos dois anos, segundo a CEO. 

Para ela, compartilhar sua experiência em cursos vai além do faturamento, já que quer incentivar outras pessoas a empreender: “Quando ajudamos um empreendedor, geramos mais empregos. Gosto especialmente de falar e agregar valor para as mulheres”. 

Compartilhe esta publicação: